Cotidiano

Hemocentro é primeira unidade do Brasil a conquistar conceito de Acreditação

Processo avaliativo foi conduzido pelo Instituto Brasileiro para Excelência em Saúde (Ibes). A acreditação comprova que a unidade de saúde atende aos critérios estabelecidos pelo método de avaliação

diario da manha

O governador Ronaldo Caiado participou, nesta quinta-feira (25/11), da solenidade de entrega da Certificação ONA 2 ao Hemocentro Estadual Coordenador Professor Nion Albernaz (Hemogo), em Goiânia. “É a consolidação de todo um trabalho”, afirmou Caiado. “Dá para sentir a empolgação de todos os servidores que se dedicaram e construíram o único banco de sangue 100% SUS [Sistema Único de Saúde] a receber essa acreditação. Já pulamos o degrau e fomos direto para a ONA 2”, comemorou durante evento que marcou, ainda, a celebração do Dia Nacional do Doador de Sangue.

A acreditação comprova que a unidade de saúde atende aos critérios estabelecidos pelo método de avaliação. Para isso, o Hemogo alcançou índice igual ou superior a 80% dos padrões de qualidade e segurança, 70% dos padrões ONA de gestão integrada, com itens como fluxo de processos e comunicação entre atividades. O certificado é válido por dois anos, quando é realizada nova visita para manutenção do título.

O governador lembrou a série de investimentos aplicados na estrutura desde que assumiu a gestão estadual, especialmente o montante de R$ 9,3 milhões para ampla reforma, e outros recursos para aquisição de equipamentos e modernização. “Os repasses foram substantivos para que chegássemos a esse resultado”, ressaltou. “Aquela unidade antiga seria descredenciada e fechada. Não tinha condições de atender aos doadores. Hoje nós temos o que existe de mais sofisticado em aparelhagem e corpo técnico”, comparou Caiado.

A fala do governador foi referendada pela diretora do Instituto Brasileiro para Excelência em Saúde (Ibes), Vivian Giudice. “Nos meus 20 anos de gestão da qualidade e trabalho em acreditação, é a primeira vez que vejo um banco de sangue com essa estrutura e qualidade que vocês oferecem para a população”, afirmou a especialista. O Ibes, que é credenciado à Organização Nacional de Acreditação (ONA), foi o responsável por enviar técnicos para avaliarem a unidade goiana, entre os dias 28 e 29 de outubro. O procedimento confirmou a certificação ONA nível 2.

Entre os quesitos que chamaram a atenção em Goiás, Giudice citou a transparência na condução de processos financeiros; o investimento em ensino e pesquisa; as estratégias para captação de novos doadores e o compromisso da alta liderança e dos colaboradores. “Sempre faço questão de usá-los como referência quando visito outros Estados”, afirmou sobre o banco de sangue goiano.

Diretora-técnica do Hemogo, Ana Cristina Novais Mendes disse que esse certificado traz mais responsabilidade à unidade e também abre margem para buscar mais reconhecimento. “Vamos fazer parte de um grupo seleto de menos de 1% do serviço de saúde do País acreditado”, celebrou.

O processo foi iniciado em 2019 com uma visita de diagnóstico da Ibes, que desencadeou a preparação do Hemocentro Coordenador para a acreditação com contratações, treinamentos de colaboradores, realizações de cursos e adequações de processos.

O secretário de Estado da Saúde, Ismael Alexandrino, chamou a atenção para a importância do Hemogo, que atende mais de 200 hospitais em todo Estado. Também definiu o certificado como um momento histórico. “A acreditação ONA visa segurança e qualidade do que é prestado para o paciente. Significa que todos os nossos processos internos estão pautados no melhor que há de qualidade, nos melhores processos de trabalho, e também nos nossos parceiros.”

Durante o evento, foi exibido um vídeo com depoimentos de alguns pacientes atendidos pela unidade de saúde, em homenagem ao Dia do Doador de Sangue. Luziano Pires do Carmo, por exemplo, realiza tratamento há mais de 14 anos. “Obrigado, e continuem colaborando e doando sangue. Como eu, tem muitas pessoas que necessitam”, afirmou. O governador elogiou a atitude das pessoas que doam sangue e convocou mais goianos a aderirem, especialmente para restabelecer os estoques neste fim de ano. “Mais do que nunca, as campanhas precisam ser intensificadas”, alertou.

O governador também apreciou a exposição de obras do artista Pedro Galvão, com tema “Poética Urbana” e que passa a compor o ambiente do hall do segundo andar do Hemocentro Coordenador. A iniciativa integra o projeto Arte Pela Vida, uma proposta para promover a humanização na unidade de saúde. O objetivo é estimular a inclusão cultural de pacientes, acompanhantes, doadores e trabalhadores.

Investimento de R$ 9,3 milhões


O governador Ronaldo Caiado entregou ampla reforma do prédio do Hemogo no dia 1º de junho deste ano. A unidade recebeu R$ 9,3 milhões em recursos do Governo do Estado, além de valores para renovação de mobiliários e equipamentos. O novo prédio atende à demanda atual dos serviços de coleta e transfusão, além de possuir ambulatório médico e multidisciplinar para tratamento de mais de 10 doenças ligadas ao sangue, fornecimento de medicamentos para pacientes e melhor ambiência para os trabalhadores e usuários.

Inaugurado em 18 de agosto de 1988, o Hemocentro Coordenador é referência em serviços de hematologia e hemoterapia em Goiás. A unidade realiza mensalmente cerca de 1,2 mil atendimentos médicos, ambulatoriais e multiprofissionais, além de uma demanda de aproximadamente 1,8 mil bolsas de sangue. São recebidos mais de 2,2 mil doadores voluntários todos os meses. A unidade do Governo de Goiás é gerida pelo Instituto de Desenvolvimento Tecnológico e Humano (Idtech), desde novembro de 2018.

Comentários