Cotidiano

Secretaria Municipal de Saúde e mais de 100 profissionais realizam resgate de animais em feira na Zona Leste de São Paulo

O comércio de animais deve se dar em estabelecimentos devidamente regularizados e com nota fiscal. Dessa forma, qualquer comercialização que ocorra fora dos estabelecimentos regulares, e sem nota fiscal, é considerado comércio ilegal

diario da manha

Neste sábado (6), a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) resgatou mais de 50 animais que estavam sendo vendidos em uma feira em Itaquera, Zona Leste de São Paulo. Gatos, coelhos e cachorros estavam sendo vendidos ilegalmente na feira.

Para realizar essa megaoperação contra maus-tratos a animais domésticos mobilizou agentes da Coordenadoria de Vigilância em Saúde (Covisa), Coordenadoria de Saúde e Proteção ao Animais Domésticos (Cosap), Divisão de Vigilância de Zoonozes, Unidade de Vigilância em Saúde de Itaquera, subprefeitura de Itaquera, Guarda Civil Metropolitana (GCM), Polícia Militar Ambiental e Companhia de Engenharia de Tráfego (CET).

No total, cerca de 100 profissionais foram envolvidos no resgate.

Segundo a secretaria, todos os animais que foram resgatados, foram alimentados, hidratados e passaram por atendimento veterinário. Todos os animais serão vacinados, registrados, castrados, microchipados e encaminhados para o Cosap, pois, assim poderão ser adotados.

“O comércio de animais deve se dar em estabelecimentos devidamente regularizados e com nota fiscal. Dessa forma, qualquer comercialização que ocorra fora dos estabelecimentos regulares, e sem nota fiscal, é considerado comércio ilegal”, afirmou a Secretaria Municipal de Saúde, em nota.

Leia Também

tags:

Comentários