Cotidiano

Cinco acertos de Ronaldo Caiado no Mutirão Iris Rezende Governo de Goiás

Mutirão Iris Rezende estabelece novo padrão de direitos sociais, resgata legado do líder emedebista e investe na qualidade dos serviços. Uma multidão de pessoas busca atendimento em Aparecida. Evento criado por Ronaldo Caiado termina neste domingo

diario da manha

O Mutirão Iris Rezende do Governo de Goiás realiza neste sábado e domingo, em Aparecida de Goiânia, na avenida Benedito Silvestre, no bairro Independência, uma série de ações e serviços para a população do município. Cidade com grande desigualdade social e debilidades econômicas, educacionais e culturais, ela recebe uma intervenção histórica, que, nesta proporção, jamais ocorreu.

Durante esta tarde, aparecidenses – a grande maioria carente de atenção pelo poder público – apareceu na região em busca de atenção. Uma multidão já passou pelas dezenas de estandes, que atendem os moradores.

O público do primeiro dia superou em 60% o que participou do Mutirão Iris Rezende realizado em Goiânia.

De certa forma, a ação alia republicanismo e democracia, já que o gestor do município evitou participar do mutirão constrangido após iniciar fase de críticas ao Governo do Estado. Apesar da ausência da parceria com a prefeitura, a gestão estadual optou em beneficiar a população com serviços que a própria prefeitura poderia executar.

Nossa reportagem percorreu ‘in locu’ o evento nesta manhã e tarde e trouxe cinco imagens e cinco constações sobre o evento que demonstram que Ronaldo Caiado procura assumir posição de estadista ao garantir direitos.

Ao se lançar nos municípios e bairros, o Governo de Goiás resgata na prática a aplicação de princípios e direitos elencados nas constituições do Brasil e Estado.

  1. Direitos sociais em ação
Crianças são atendidas no direito de brincar

O governador Ronaldo Caiado acertou ao resgatar o mutirão, um programa que iniciou com Iris Rezende e depois foi abandonado pelo Estado de Goiás nas últimas décadas. Realiza-se, de fato, a oferta de direitos sociais à população de forma direta. No momento em que a reportagem do DM registrou o evento, uma multidão organizada de pessoas se reunia em fila para ser atendida. A oferta de brinquedos é comovente. Não é mais apenas um único momento como no passado, na cerimônia de Natal, mas o Estado vai agora até a população para efetivar o direito de brincar.

2. Direito à dignidade

Populares aguardam atendimento estético e cortes de cabelo

A oferta de várias ações e serviços, como o aluguel solidário e entrega de cartões “Mães de Goiás”, demonstra a preocupação do Estado em atender com dignidade a população. Ao individualizar o problema de cada um e tentar resolvê-lo, o governo devolve o que recebe em impostos, demonstrando cuidado com a cidadão de Aparecida. Durante a tarde de sábado, diversos serviços simples e essenciais atendiam demandas reais das periferias, como cortes de cabelo e serviços de higiene e saúde.

3. Direito à cultura

Teatro realizado pela Saneago conscientiza população

A população de Aparecida de Goiânia carece de eventos culturais e entretenimento. O município não tem uma biblioteca que atenda os moradores nem espaços para ações culturais. O Mutirão Iris Rezende levou para a cidade atividades culturais diversas, como exibições de teatro, dança e música. Nesta tarde de sábado, por exemplo, a equipe da Saneago ofereceu um teatro de bonecos com conteúdo ambiental para moradores. Centenas de pessoas foram atendidas com a exposição cultural. A Gibiteca Jorge Braga está presente e seguirá durante este domingo.

4. Direito à segurança, trabalho e cidadania

Mutirão Iris Rezende ofertou programas sociais e vagas de emprego propostas por empresas parceiras do Estado

O Mutirão leva aos moradores de Aparecida serviços essenciais do Estado, como a expedição de documentos de identidade, além da entrega de vários documentos. O exercício da cidadania é um dos motivadores da ação do Estado, que trouxe inúmeras ações de segurança e emprego para os moradores. O Procon e Polícia Civil também foram atenciosos com os moradores, ao coletar denúncias. A Secretaria da Retomada, por exemplo, busca completar 2 mil vagas de emprego através da fila de desempregados de Aparecida – uma das maiores do Estado.

5. Direito à educação

Governador entrega material escolar para estudantes

Um dos momentos mais emocionantes da abertura do Mutirão Iris Rezende foi a exposição do governador Ronaldo Caiado sobre a mudança de paradigma na educação. O gestor se manifestou: “Olha os estojos que meus alunos recebem. Olhem o padrão! Lápis, máscara, caneta, tudo arrumado aqui. Dá orgulho danado ver a criança bem vestida. Não para por aí não. Aqui não tem miséria não: nossos alunos do terceito ano têm cromebooks. Aqui dinheiro é pra ir na mão do povo. É o que tem de mais moderno no mundo”. O gestor reafirmou no evento a necessidade do Estado investir de fato na educação, em busca da excelência e cidadania. Uma das moradoras que tem filhos matriculados na rede municipal e estadual destacou que o Governo de Goiás, em plena pandemia, ofertou a merenda escolar, ainda que os alunos estivessem em casa, nas atividades escolares mediadas por internet.

Comentários