Cotidiano

Ministério da Saúde e ConecteSUS são alvo de ataque de hacker

A invasão foi definida pelos próprios hackers como “ransomware”

diario da manha

Na madrugada desta sexta-feira, 10, o aplicativo ConecteSUS e a página do Ministério da Saúde foram alvo de ataque de hacker. De acordo com uma mensagem deixada pelos invasores, o autor dessa invasão é o Lapsus$ Group.

Na página do Ministério da Saúde, invasores deixaram a seguinte mensagem: “Os dados internos dos sistemas foram copiados e excluídos. 50 TB de dados estão em nossas mãos. Nos contate caso queiram o retorno dos dados.”

Além disso também não era possível, por exemplo, emitir comprovante de imunização contra a Covid-19, disponível no aplicativo. Os dados de vacinação no ConecteSUS continuam inacessíveis. Alguns usuários relatam não conseguir nem mesmo acessar o aplicativo.

A invasão foi definida pelos próprios hackers como “ransomware”, acontece quando o conteúdo é “sequestrado” e cobra-se um valor, em dinheiro ou bitcoin (moeda virtual), para a devolução do material. Às 7h, a página do Ministério voltou a ser acessada.

O Ministério da Saúde se posicionou sobre os ataques. A pasta confirmou que o problema “comprometeu temporariamente alguns sistemas”. O Gabinete de Segurança Institucional e a Polícia Federal foram acionados, assim como o Datasus trabalha para o restabelecimento dos serviços, segundo a nota.

Em comunicado o Ministério da Saúde informou o ataque que comprometeu temporariamente o sistema e diz está atuando com máxima agilidade para o reestabelecimento das plataformas.

Leia Também:

Comentários