Cotidiano

Mulher morre após aplicar hidrogel no bumbum em Goiânia

Pessoa que fez o procedimento ainda não foi identificada, e não há informações se ela tinha formação ou conhecimento para fazer o procedimento

diario da manha

Jenifer Maclis Virissimo Cordeiro da Silva, de 34 anos, morreu após fazer uma aplicação de hidrogel no bumbum, dentro de sua residência. O caso é investigado pela Polícia Civil do Estado de Goiás (PCGO), e a pessoa responsável pela aplicação do produto e por fazer o procedimento estético em Jenifer até o momento não foi identificada.

A mulher fez a aplicação no dia 20 de novembro, e foi internada dias depois do procedimento no Hospital de Urgências da Região Noroeste de Goiânia Governador Otávio Lages Siqueira (Hugol), e morreu no dia 4 do mês corrente.

Jenifer se sentiu mal no dia após fazer a aplicação do hidrogel

O delegado do caso Bruno Henrique Soares, disse à um portal de notícias, que Jenifer começou a se sentir mal no dia seguinte ao procedimento estético e que ela foi internada no Hugol. Jenifer morreu no último sábado, 4, após falência múltipla dos órgãos, e foi enterrada na segunda-feira,6, em Araguapaz, onde reside a família.

De acordo com a publicação do portal, o responsável por aplicar o produto na mulher vai responder por homicídio culposo, ou seja, quando não há intenção de matar. Conforme o delegado responsável pelo caso não há nenhuma informação se o responsável tinha formação ou conhecimento para fazer o procedimento estético.

O celular de Jenifer foi mandando para a perícia, para que os investigadores possam encontrar pistas para identificar o responsável pelo procedimento que terminou com a morte da mulher.

Leia também:

Comentários