Cotidiano

Mulher morre após denunciar marido suspeito de espancá-la, em Rio Verde

De acordo com a polícia, a vítima tinha medo de denunciar o agressor

diario da manha
Foto: Unsplash

Poucos dias antes de morrer, Hangra Barbosa Alves de Lima havia denunciado o marido por espancamento. Na noite da última quarta-feira, 1, o homem foi preso pela Polícia Civil. O caso aconteceu em Rio Verde.

Quando Hangra foi levada ao hospital por familiares na terça-feira, 30, ela afirmou a princípio que tinha sofrido um acidente de trânsito. Porém, durante o atendimento médico foi provado de que ela havia sofrido violência doméstica. De acordo com a polícia, a mulher apresentava lesões que eram compatíveis com espancamento, descartando a possibilidade de se tratar de um acidente de trânsito.

Hangra, então, admitiu na madrugada de quarta-feira, 1, que o marido a espancava. O relato da vítima foi feito no leito de morte, após ela ter tido uma piora no quadro de saúde e ser entubada.

A vítima disse aos médicos que era agredida de forma contínua no dia anterior. Ainda não se sabe o motivo das agressões.

A Polícia Civil intensificou as buscas pelo suspeito, que havia desaparecido após as agressões, mas acabou sendo encontrado e detido.

Agressões

A mãe da vítima afirma que as agressões que o marido cometia começaram após ele ir morar com Hangra. Ela ainda alega que a filha e as netas eram espancadas todos os dias.

A mulher tinha medo de denunciar o homem, que, além de agredi-la, ameaçava que mataria as crianças caso o denunciasse.

As agressões contra as crianças eram justificadas como formça de punicão por mau comportamento.

Leia também

Comentários