Cotidiano

Noite goianiense perde Lelê Junqueira

Criador da Festa a Fantasia, um dos eventos mais populares da capital, foi encontrado morto na última terça-feira à noite em seu apartamento em Goiânia, vítima de tromboembolismo pulmonar

diario da manha
Empresário Alessandro Nascimento Junqueira, de 50 anos, conhecido como Lelê Junqueira

Criador da Festa a Fantasia, um dos eventos mais populares da capital e sócio de várias casas noturnas em Goiânia, o empresário Alessandro Nascimento Junqueira, de 50 anos, conhecido como Lelê Junqueira foi encontrado morto em seu apartamento na noite da última terça-feira, 11, em Goiânia.

De acordo com as informações divulgadas pela assessoria de imprensa de Lelê Junqueira, o médico Raphael Junqueira diagnosticou o empresário com virose na última semana e a hipótese diagnosticada da morte foi um tromboembolismo pulmonar ocasionado pela doença como sequela tardia.
O sepultamento de Lelê Junqueira ocorreu ontem à tarde no cemitério Parque Memorial de Goiânia. Como era muito querido, centenas de pessoas foram prestar a última homenagem a um dos responsáveis por muitos eventos da noite goianiense. Nas redes sociais muitos amigos fizeram questão de se despedir do empresário.

“Perdemos o querido Lelê Junqueira, um grande amigo de muito tempo, também um ótimo pai e exemplo de empreendedor goiano. Sua partida foi muito prematura, mas sua estada nesta vida foi repleta. Meus profundos pêsames à família, especialmente aos dois filhos, e sentimentos aos muitos amigos”, diz o deputado federal do Solidariedade Lucas Virgílio.

O prefeito de Goiânia, Rogério Cruz (Republicanos), também se manifestou nas redes sociais e pelo Twitter lembrou a importância de Lelê para a capital. “Recebi com pesar a notícia da morte do empresário e talentoso produtor de eventos Lelê Junqueira. Lelê projetou nossa cidade Brasil afora por meio da produção de eventos como a Festa da Fantasia”, disse.

O governador Ronaldo Caiado também emitiu nota de solidariedade à família do empresário. “Estamos todos muito consternados. “Esse goiano que fez história na sua área de atuação será sempre lembrado por sua alegria. O trabalho e dedicação ao entretenimento em Goiânia são parte do legado que deixa”, disse.

No Instagram de Lelê Junqueira, milhares de pessoas prestaram solidariedade em uma foto postada pelo empresário na manhã da última segunda-feira. Lelê também foi sócio da VillaMix, uma boate que agora se chama Vilão, e ajudou a promover o Baile da Favorita. Nascido em Goiânia, Lelê começou ainda jovem a produzir festas e realizar shows. Rapidamente, investiu na sua aptidão e, também, tornou-se sócio de casas noturnas da capital goiana. O empresário, de 50 anos, deixou 2 filhos: Yan, de 17 anos, e Lanna, de 19.

Comentários