Brasil

Trote em Universidade deixa cerca de 20 alunos com queimaduras, no Paraná

Alunos tiveram queimaduras de 1° e 2° grau, Universidade abriu processo administrativo para investigar os responsáveis pelo trote

diario da manha
Foto: Correio do Ar

Um trote realizado na Universidade Federal do Paraná (UFPR), campus Palotina, deixou cerca de 20 alunos com queimaduras na quarta-feira, 30.

De acordo com a Polícia Civil, o trote foi organizado por veteranos de medicina veterinária, que passaram nos calouros um produto ainda não identificado que estava dentro de garrafas de creolina.

Segundo o delegado Pedro Lucena, os calouros que registraram boletim de ocorrência afirmaram que tiveram que pedir dinheiro nas ruas da cidade e, posteriormente, ir a um terreno bqldio onde foram obrigados a se ajoelhar.

Foi neste momento que o produto foi despejado neles, o delegado acredita que outro produto, além da creolina, tenha sido usado.

Até o momento três suspeitos foram identificados, segundo a polícia.

Queimaduras

Os alunos foram levados ao Hospital Municipal de Palotina, que informou que eles apresentavam queimaduras de 1° e 2° grau.

Vinte estudantes tiveram alta já na quarta-feira, uma estudante, que inalou o produto e desmaiou, ficou em observação e teve alta na manhã desta quinta-feira, 31.

A UFPR informou ter aberto um processo administrativo, com o objetivo de investigar os responsáveis pelo trote que causou danos aos calouros.

O reitor da Universidade, Ric, ardo Marcelo da Fonseca, divulgou um vídeo nesta quinta-feira comentando sobre o caso, que é ‘injustificável’.

“Apresento minha solidariedade tanto aos alunos e alunas, quanto aos seus familiares que sofreram essa violência injustificável no momento do trote. A insatisfação da universidade é imensa porque temos trabalhado continuamente nos últimos anos para que haja tolerância zero com relação a esse tipo de atitude na recepção dos nossos estudantes. Quero assegurar aos alunos e estudantes, como a toda comunidade que nós faremos uma apuração imediata e rigorosa das responsabilidades para que isso não possa se repetir.”

Comentários