Cotidiano

Funcionários públicos são investigados por corrupção e lavagem de dinheiro

De acordo com o inquérito policial, os indiciados desempenhavam a função de supervisores de Feiras Livres e Especializadas feitas semanalmente em Goiânia

diario da manha
Foto: Divulgação/PCGO

Dois funcionários públicos foram indiciados pela Polícia Civil, junto a Delegacia Estadual de Repressão a Crimes Contra a Administração Pública (Dercap), nesta segunda-feira, 2, pela prática dos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

De acordo com o inquérito policial, os indiciados desempenhavam a função de supervisores de Feiras Livres e Especializadas feitas semanalmente em Goiânia. Eles se apropriavam ilicitamente de barracas da “Feira da OVG”, além de cobrar ilegalmente aluguéis mensais de comerciantes que queriam vender no local, mesmo sabendo que não é necessário efetuar nenhum pagamento para tal função.

A Decarp apurou que um dos indiciados informava um nome falso aos feirantes visando ocultar a vantagem ilícita solicitada, e também recebia os valores cobrados por meio de contas bancárias de terceiros.

O inquérito foi enviado ao Poder Judiciário e aguarda análise do Ministério Público acerca dos indiciamentos realizados.

Leia também

Comentários