Cotidiano

Motociclista morre após atropelar pedestre em Goiânia

De acordo com o levantamento, o condutor da moto não possuía CNH

diario da manha

Um motociclista morreu após atropelar um pedestre na noite de terça-feira, 17, na Avenida Castelo Branco, no Setor Bueno, em Goiânia. De acordo com as informações levantadas pela Delegacia Especializada de Crimes de Trânsito (DICT), o condutor da moto não tinha a Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

A equipe policial esteve no loca para investigar as causas do acidente, e identificou o pedestre como Gabriel Silva Souza, de 25 anos, e que no momento que ele atravessava a avenida na Praça Benedita da Silva Lobo no Setor Coimbra, mesmo como sinal vermelho para o pedestre, ele foi atropelado por uma moto do modelo Yamaha YBR/125 vermelha, que tinha como condutor Daniel Vieira da Silva, de 36, que segui no sentido para Campinas.

O pedestre segundo o levantado da DICT foi jogado a uma distância de 10 metros de onde estava, e sofreu lesões múltiplas, e traumatismo craniano. O motociclista por sua vez após atropelar a vítima perdeu o controle da moto, subiu no canteiro central da via, bateu em algumas palmeiras e voltou para a pista.

Os dois foram socorridos, mas motociclista não resistiu aos ferimentos

Os dois envolvidos no acidente foram socorridos pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) e levados para o HUGO e HUGOL, no entanto, o condutor da motocicleta não resistiu aos ferimentos e morreu na unidade de saúde, enquanto o pedestre segue internado em estado grave.

Durante as investigações sobre o que teria provocado o acidente, a DICT constatou que Davi não tinha CNH e que as testemunhas informaram que o semáforo também estava vermelho para o motociclista.

A equipe policial levantou que os semáforos tanto para pedestre quando para os condutores na região ficam vermelho para ambos por um tempo de 50 segundos.

Leia também:

Comentários