Cotidiano

Polícia Civil atua em ameaça de massacre a universidade de Goiânia

Aluno foi suspenso e prestou depoimento à corporação na manhã desta segunda-feira, 16. Equipes da PM estiveram na unidade

diario da manha

A Polícia Civil de Goiás, realizou procedimento para analisar uma suspeita ameaça aos alunos da UNIP, universidade localizada na BR-153, em Goiânia.

Estudante do 1º período do curso de Ciência da Computação, de 19 anos foi autuado após mensagens circularem pelo whatsapp em grupos dos alunos da instituição em que se davam conta de um possível massacre no local.

As mensagens geraram preocupação em todas as áreas da universidade, professores, alunos e aos pais dos estudantes. Neste final de semana, a Polícia Civil teve conhecimento do fato e tomou as devidas providencias.

Polícia Civil/Unip

O estudante foi suspenso e prestou depoimento às autoridades policiais na manhã desta segunda-feira, 16. De acordo com o delegado Anderson Pimentel, o estudante foi ouvido acompanhado da mãe e alegou que as mensagens foram “tiradas de contexto”.

Comentários