Cotidiano

Goiânia abre 16.072 novos postos de trabalho no primeiro semestre de 2022, revela Caged

Município lidera geração de empregos no Estado e, em abril, registra melhor variação entre capitais do Centro-Oeste. Setor de serviços impulsiona criação de oportunidades

diario da manha

Goiânia é o município de Goiás que mais gerou empregos em 2022, com saldo de 16.072 novos postos de trabalho, revela o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged). No mês de abril, foi registrada abertura de 4.798 vagas, e o município obteve a melhor variação positiva entre as capitais do Centro-Oeste, com 1,01%.

O setor de serviços foi o que obteve melhor desempenho, com saldo de 3.824 postos de trabalho. A construção civil está na segunda posição, com 941 vagas, seguida do comércio, com 734. A indústria obteve a quarta posição, com 62 novos trabalhadores, enquanto a agropecuária registrou leve retração, com a perda de 91 vagas.

No ranking das cidades goianas mais bem colocadas, a segunda colocação está com Aparecida de Goiânia, que gerou 3.461 vagas de trabalho, seguida de Anápolis, com 2.639. Rio Verde figura na quarta posição, com 1.187 novos trabalhadores empregados, e Águas Lindas encerra a lista, com 370.

O prefeito Rogério Cruz afirma que o desempenho de Goiânia é reflexo das ações adotadas pelo município para retomar a economia, após a crise mundial decorrente da pandemia de Covid-19.

“Não medimos esforços para auxiliar o setor econômico a se reestruturar e, principalmente, gerar emprego e renda. A prefeitura trabalha para criar um ambiente favorável, com incentivos para novas empresas se instalarem em Goiânia”, destaca.

Rogério Cruz observa, ainda, que a prefeitura desenvolve ações para qualificar a mão de obra na capital, como, por exemplo, por meio da oferta à população de cursos profissionalizantes gratuitos, sobretudo a mulheres vítimas de violência doméstica.

“São inúmeros cursos oferecidos gratuitamente. Ofertamos oportunidades para que os trabalhadores se qualifiquem e consigam se posicionar em um mercado de trabalho cada vez mais competitivo”, ressalta.

Centro-Oeste

Goiânia foi a capital do Centro-Oeste que obteve a melhor variação positiva entre os meses de março e abril, com 1,01%. Cuiabá ficou na segunda posição, com 0,82%, seguida de Brasília, com 0,65%. Campo Grande registrou variação de 0,26%.

Em relação aos números absolutos do mês de abril, Goiânia foi a segunda capital do Centro-Oeste que mais gerou empregos, com saldo positivo de 4.798 novas vagas, atrás apenas de Brasília, com 5.480 vagas. Cuiabá ficou na terceira posição, com 1.490 novos postos de trabalho, enquanto Campo Grande registrou 552 novas vagas.

Comentários