Cotidiano

Quadrilha que fazia saques com cartões clonados é presa

Grupo foi contratado por hackers de uma facção criminosa para cometer o crime

diario da manha

Uma quadrilha especializada em fazer saques em caixas eletrônicos com cartões clonados foi presa na noite da última terça-feira, 21, pela Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF). De acordo com as informações divulgadas, o grupo formado por três homens e uma mulher e responsável por fazer os saques foi encontrado por volta das 22h na Rodoviária de Brasília.

A polícia informou que foi chamada após os vigilantes da Rodoviária suspeitarem dos indivíduos após eles efetuarem vários saques em caixas eletrônicos. Após receber a informação, uma equipe do Batalhão de Operações Especiais foi até o local, e encontrou o grupo em um veículo.

Durante a abordagem, a equipe policial encontrou com os membros da organização criminosa R$ 39,6 mil em dinheiro, e encontraram com o grupo diversos cartões bancários, alguns contendo apenas a tarja magnética, sem os dados dos correntistas.

Suspeitos são contratados por Hackers de facção criminosa para fazer os saques com os cartões clonados

O grupo foi levado para a 1ª Delegacia de Polícia, na Asa Sul. Na delegacia, os policiais descobriram que os quatro são integrantes de um grupo que usa cartões clonados para sacar dinheiro em caixas eletrônicos.

De acordo com a polícia, os membros do grupo criminoso são contratados por hackers de uma facção criminosa e ficam com 10% do dinheiro. Os outros 90% provenientes do crime são repassados para a facção. A polícia afirmou que não tem informações da quantidade de golpistas que praticam o crime, e que as pessoas recrutadas para fazerem os saques nos caixas eletrônico tem que atingir uma cota já estipulada pela facção.

Leia também:

Comentários