Cotidiano

Suspeitos do homicídio de corretor de imóveis tem prisões decretadas

Crime ocorreu no dia 20 do último mês

diario da manha
Fazendeiro Renato Souza Foto: Reprodução

Os suspeitos do homicídio do corretor de imóveis, Wellington Freitas, de 67 anos, tiveram suas prisões temporária e preventiva decretadas após audiência de custódia. Além de terem as prisões decretadas, a Justiça homologou a prisão em flagrante dos dois suspeitos envolvidos no caso.

O corpo do corretor foi encontrado carbonizado na zona rural da cidade. O crime investigado pela Polícia Civil do Estado de Goiás (PCGO) chegou aos nomes de Kaio Rodrigues Lima, o qual é apontado como autor do homicídio, que teria sido encomendado por um empresário.

O empresário em questão é Rogério Oliveira Muniz, o qual segundo as investigações, supostamente mandou matar o corretor. Os dois envolvidos participaram da audiência de custódia e durante o procedimento, a juiz Ronny Andre Wathtel decretou a prisão temporária de Kaio Rodrigues Lima por 30 dias e a prisão preventiva de Rogério Oliveira Muniz.

Leia também:

Comentários