Home / Cotidiano

COTIDIANO

Mulher é suspeita de torturar filho para que ex reatasse

Em um vídeo enviado ao homem, a suspeita asfixiava a criança de um ano com um travesseiro

Divulgação/PCGO Divulgação/PCGO

Uma mulher de 20 anos foi presa suspeita de torturar o filho de um ano, para chamar a atenção do ex-marido com a intenção de que ele reatasse o relacionamento. O caso ocorreu na quinta-feira, 28, em Catalão.

O homem procurou a Central de Flagrantes de Catalão para denunciar o caso. Ele afirmou, em depoimento, que ele e a suspeita tiveram um relacionamento de dois anos, e um filho.

A Polícia Civil informou que o homem mostrou um vídeo enviado pela suspeita na manhã de hoje, em que ela utilizava um travesseiro para asfixiar o filho. Segundo a corporação, a criança apresentava dificuldade em respirar na gravação.

A polícia prendeu a mulher que supostamente utilizou de tortura para forçar a retomada do relacionamento, com pena de 2 a 8 anos de prisão. A criança foi entregue ao Conselho Tutelar. A mulher já tinha antecedentes por homicídio e tráfico.

Leia também:

  

edição
do dia

Capa do dia

últimas
notícias

+ notícias