Home / Cotidiano

COTIDIANO

Procon Goiás interdita empresa que operava o falso financiamento

Operação conjunta com a Decon apurou que estabelecimento exigia um valor como se fosse entrada para um financiamento de veículo, mas não entregava o bem

Foto: Procon Goiás Foto: Procon Goiás

Uma operação conjunta entre o Procon Goiás e a Delegacia Estadual de Repressão a Crimes Contra o Consumidor (Decon), nesta segunda-feira, 6, resultou na interdição de mais uma empresa conhecida como “golpe do falso financiamento”. O estabelecimento funcionava na Vila Abajá, em Goiânia.


		Procon Goiás interdita empresa que operava o falso financiamento


Essa é a 31ª empresa de falso financiamento interditada pelo Procon desde abril do ano passado. O consumidor era atraído por um anúncio de venda de veículos na internet, em sites ou nas redes sociais, e recebia a garantia de aquisição do bem em poucos dias. A vítima era convencida a pagar um valor como se fosse entrada de um financiamento, mas não recebia o veículo.


		Procon Goiás interdita empresa que operava o falso financiamento


Com o passar dos dias e a demora em receber o carro ou a moto, a pessoa procurava a empresa e acabava descobrindo que tinha assinado um contrato de consultoria ou assessoria financeira, configurando o “golpe do falso financiamento”.


		Procon Goiás interdita empresa que operava o falso financiamento


Apesar da reclamação, na maioria dos casos, a empresa não fazia a devolução dos valores pagos e o consumidor ficava sem o bem e sem o dinheiro da entrada.

No momento da operação desta segunda-feira, três vítimas chegaram ao local em busca de informações, pois estavam há alguns dias sem conseguir contato com os vendedores. Outros dois consumidores foram à loja justamente para fechar contrato e passar o dinheiro da suposta entrada e se depararam com a operação do Procon Goiás e da Decon.

A empresa foi autuada por propaganda enganosa, cláusulas contratuais abusivas e por não passar informações claras aos clientes e terá 20 dias para apresentar defesa. A Polícia Civil recolheu documentos, aparelhos telefônicos, prints de conversas entre vendedores e consumidores e seguirá com a investigação.

O consumidor que quiser realizar denúncia, deve entrar em contato com o Procon Goiás pelos telefones 151 (Goiânia) ou (62) 3201.7124 (interior).

O contato pode ser feito ainda pela plataforma Procon Web (proconweb.ssp.go.gov.br).

Mais vídeos:

  • COTIDIANO

    Motociclista morre em acidente após moto pegar fogo

    Segundo as informações divulgadas a vítima estava na contramão da rodovia no momento do batida

    Publicado terça-feira, 11 de junho de 2024 - 08:03

    / Atualizado terça-feira, 11 de junho de 2024

  • COTIDIANO

    Carga de celulares avaliada em cinco milhões de reais é apreendida

    Condutor da carreta disse que pegou os produtos na fronteira entre Brasil e Paraguai e que entregaria em camelódromo de Goiânia

    Publicado sexta-feira, 07 de junho de 2024 - 09:10

    / Atualizado sexta-feira, 07 de junho de 2024

  • COTIDIANO

    Peão é pisoteado por touro em rodeio

    O homem foi atendido por uma equipe médica e passa bem

    Publicado terça-feira, 04 de junho de 2024 - 15:14

    / Atualizado terça-feira, 04 de junho de 2024

Leia também:

edição
do dia

Capa do dia

últimas
notícias

+ notícias