Cultura

O diálogo das artes

Nomes importantes da música e da arte brasileira se reúnem em festival multicultural que acontece no Martim Cererê

diario da manha

Rariana Pinheiro

Artistas visuais, DJs e bandas se reúnem hoje na primeira edição do evento multicultural, o Xangô Festival de Artes. As atividades vão acontecer no Centro Cultural Martim Cererê, a partir das 18 horas. Ao todo serão 11 shows, quatro DJs, exposição de artes visuais com seis artistas goianos e mostra de cinema com 10 curtas-metragens. A proposta é promover intersecções entre o que existe de melhor em cada artista.

Uma das atrações musicais mais esperadas é o duo paulista de música experimental Rakta, formado atualmente por Carla Boregas (voz e baixo do grupo) e Paula Rebellato (sintetizadores). Com uma postura que não permite rótulos, por priorizar a livre criação,  o grupo é conhecido por gerar momentos de apoteose em seus shows, que já chegaram a diversos países, inclusive no Japão. O show das meninas está marcado para o início da madrugada desta sexta-feira, à 1h da manhã.

Outro nome conhecido nos festivais Brasil afora, que também está em Xangô, é Alexandre Cruz, vocalista da Garage Fuzz, que chega a Goiânia com o trabalho solo chamado ACruz Sesper, que trilha um caminho entre o Indie Punk Lo-Fi e as artes plásticas. A banda mineira Lava Divers também se apresenta no festival. 

O festival é dotado de talentos goianos poderosos que também causam momentos de catarse no palco, a exemplo das atrações  Mundhumano, Diego Mascate e A Banda de Apoio, João Canta Brandão. 

Além das bandas, o evento também irá acolher a discotecagem, e nomes como o DJ Alexandre Perine entram em cena. 

Todas as artes

O Xangô também trará diversos representantes das artes visuais, como o paulista Sesper (pseudônimo de Alexandre Cruz) e os catarinenses Dougoou, Carol Calaboca, Renka, Laércio Lopo, que farão exposições durante o festival. Haverá ainda a Mostra Xangô de Curtas Goianos, com curadoria de Sérgio Valério e Andréia Miklos. 

Feiras de publicações independentes, oficinas e debates, mesas-redondas também estão na programação. Muitos artistas que se apresentam também ajudam nas conversas, compactuando para um dos motes do festival de cada um dar o melhor de si. 

Banda Mundhumano (Foto: Reprodução)

Confira a programação:

Palco Milo Recs (Teatro Yguá)

01h15 Rakta

00h15 João Canta Brandão

23h15 Acruz Sesper Trio

22h15 Diego Mascate e A Banda de Apoio

21h30 Lava Divers

20h45 Terra Cabula

20h00 Mundhumano

19h15 Waldi & Redson

18h30 Black Beans

Área Externa

21h00 Frieza Sole

20h00 Abdala

19h00 Høstil

DJs (área do bar)

01h00 DJ Terror

00h00 Anouska

23h00 Alexandre Perini

22h00 DJ Set Mandinga Records

18h00 Rogério Pafa

Comentários