Cultura

Fica começa hoje na cidade de Goiás

Após ter sua continuidade ameaçada, Festival de Cinema e Ambiente da Cidade de Goiás começa hoje e vai até domingo (8); evento foi organizado de forma e independente e está garantido no ano que vem

diario da manha
Documentário "Parque Oeste', que já foi premiado no Fica, vai ser exibido com a presença da diretora Fabiana Assis (Fotos: Divulgação)

Nesse período de seca e queimadas, tanto no meio ambiente natural como cultural, resiste na cidade de Goiás um dos principais eventos do Estado, que teve 20 edições consecutivas: o Fica (Festival Internacional de Cinema e Vídeo Ambiental). Sem o apoio do governo do Estado, o evento está se reinventando de forma independente: o próprio município tomou o controle e foi atrás de parcerias. 

Agora, com o nome  Festival de Cinema e Ambiente da Cidade de Goiás – o nome Fica é marca do Estado -,  o evento será lançado de hoje até o próximo domingo (8), com a ideia de se fortalecer e ressignificar para uma edição que planeja ser muito maior ano que vem, e que já tem data definida – vai acontecer entre 9 e 14 de junho de 2020.

Uma das saídas encontradas para a realização da edição deste ano foi juntar forças e, assim, a programação do Festival será realizada juntamente como a XVI Festival Gastronômico da Cidade de Goiás – que também não recebeu apoio do Governo – e com o projeto da UFG da cidade de Goiás, Mercado de Culturas, no chamado Festival de Goyaz, que terá como tema o Cerrado e  traz em sua divulgação a ilustração da artista plástica.

Toda essa movimentação em prol da cultura aconteceu após o Fica ter a continuidade ameaçada. O governo do Estado não confirmou sua realização alegando problemas financeiros e uma dívida de um milhão e meio da edição anterior, como herança do Governo passado. Vendo a importância do Fica, uma reunião que mobilizou associações, ambientalistas, artistas e população da cidade de Goiás aconteceu no dia dia 6 de julho deste ano. 

Depois disso, a equipe saiu em busca de parcerias e também foi divulgado um vídeo em que artistas, ambientalistas, cineastas, falaram da importância do Fica. E, assim, o festival foi se construindo de forma colaborativa.

Na edição de lançamento,  a programação audiovisual aparece mais enxuta que as edições anos anteriores. Não há, por exemplo, as mostras competitivas, que já estão confirmadas na edição de 2020. No entanto, a escolha deste ano privilegia e homenageia o cinema goiano.

O Cine Teatro São Joaquim vai ter exibições, como a Mostra Infantil em homenagem ao Cinema Goiano, a Mostra do Cinema Vilaboense e a Mostra do Cinema Goiano. Estão programação exibição do filme “Parque Oeste”, com a presença da diretora Fabiana Assis e exibição com bate papo com a diretora Mara Moreira, do média metragem “Quando um rio Lava a Alma”, ambas programações goianas.

“No sábado vai acontecer uma mesa que discute o próprio festival ‘Fica o legado, desafios e perspectivas’. Ela vai discutir como vamos conduzir essa história e a relação com o governo, com o Festival. No domingo, vamos discutir política cultural e também terá uma mesa que vai tratar de um problema local que é saneamento e planejamento urbano”, detalha o produtor Executivo do Festival de Cinema e Ambiente da Cidade de Goiás. Rodrigo Santana, em entrevista ao Diário da Manhã

Música e Gastronomia

Na programação do Festival de Goyaz, XIV Festival Gastronômico da Cidade de Goiás este ano acontece no Quartel do XX 

A parceria com  o XIV Festival Gastronômico e com o Mercado de Culturas, vitaminou a edição e também a tornou viável a realização em tão pouco tempo. O Festival Gastronômico, acontece de hoje até sábado (7), no Quartel do XX e é uma realização da Associação de Restaurantes, Pousadas, Hotéis e similares- ARPHOS.  Sua meta é difundir a gastronomia regional e local. 

Contará com a participação de 12 restaurantes filiados à ARPHOS que vão apresentar ao público a culinária tradicional, com uma  pitada de modernidade. Na programação do Festival Gastronômico também haverá shows, como de: Rutte Castro e Paulo Violão (hoje), Vila Boa Samba Atoa (amanhã), da banda Velhos Caninos e do cantor Gilberto Corrêa, ambas no sábado (7).

A programação musical do Festival de Goyaz conta ainda com o Mercado de Culturas, que vai acontecer no Mercado Municipal da cidade de Goiás. O evento começa amanhã, a partir das 22h30  e conta com apresentações de nomes como da cantora mineira Duda In The Sky e dos pernambucanos da Orquestra Contemporânea de Olinda. Sábado, os destaques vão para: a goiana Cláudia Garcia que se apresenta com Coró de Pau, A Banda Delas e os vilaboenses do Cambalombra. (Rariana Pinheiro)

Orquestra Contemporânea de Olinda é um dos destaques da programação do Festival 

Comentários

Mais de Cultura

26 de junho de 2019 as 14:42

Sol em Câncer e a cura emocional

14 de junho de 2019 as 19:24

GIRO PELA FIEG

12 de junho de 2019 as 08:50

Quíron, o segredo da cura

11 de junho de 2019 as 08:36

Questão Social: Um breve olhar

7 de junho de 2019 as 08:46

Astrologia; seja bem-vindo, junho!

30 de maio de 2019 as 08:46

Alego promove seminário de Turismo

28 de maio de 2019 as 09:17

Festa junina no Goiânia 2

16 de maio de 2019 as 11:29

Vênus entra em Touro