DM Autos

Ford Edge ST estreia no Brasil com motor de 335 cv e preço de R$ 299 mil

diario da manha

Norton Luiz
Editor de Veículos

Veiculo premium tem uma característica muito especifica. Prima pelo conforto para atender consumidores endinheirados e bastante exigentes. Os esportivos, por sua vez, fazem o papel inverso e ostentam um estilo muito próprio. Sob o capô roncam motores apimentados, ousam em pinturas, faixas, siglas e dão aquela calibrada no setor de suspensão para que o carro fique mais no chão e a pilotagem mais segura.

Fizemos esse paralelo para falar do novo Ford Edge ST 2019, o SUV premium que a fabricante norte-americana foi buscar no Canadá para vender aos brasileiros, identificado pela inédita sigla ST, que significa Sport Tecnologies.  Mas o que tem a ver um SUV premium com um carro de performance. A resposta é que, no caso em questão, há uma nova  correlação de perfis e estilo.

O novo Edge é originariamente um carro de luxo voltado para famílias de alto poder aquisitivo, mas agora muda um pouco. Aliás, muda bastante. A Ford criou e apimentou seu modelo canadense com estilo esportivo na versão ST.  Houve, porém, a  preocupação em preservar o conforto de um SUV de luxo. Deu certo. O Edge é o primeiro SUV da marca no mundo a estrear a sigla ST.

Esportivo

Externamente, a imagem de um esportivo está estampada nas rodas de 21 polegadas,  na cor preto brilhante, no aerofólio traseiro, na grade dianteira em colmeia, também em preto brilhante, e nas duas ponteiras do escape. Os faróis e as lanternas são em Full Led e o condutor pode escolher no console central os modos de condução Conforto e Sport e toda a tecnologia de segurança e comodidade dos carros de luxo.

Por dentro, o luxo característico do modelo. Tudo muito bem tratado nos detalhes e um espaço interno invejável. Passageiros não têm do que reclamar. Não mesmo. Quem vai atrás, então, anda folgado. Tudo que um SUV de verdade tem que oferecer. A posição de dirigir é elevada e torna prazerosa a condução.

Agora vem o que realmente promove a mudança no novo Edge ST para o estilo esportivo. O modelo traz sob o capô o novo motor 2.7 V6 Biturbo EcoBoost, de 335 cv de potência e absurdos 53,4 kgfm de torque, com tração 4×4 sob demanda e acoplado ao câmbio automático de oito velocidades.

Esse propulsor, a gasolina, leva o SUV de 0 a 100 em 6,2 segundos e à velocidade máxima de 209 km/h. Não é exagerado no consumo. A média é de 7,5 km/l na cidade e 11,4 na estrada.  Com esse motor de performance e seu design e esportivo, o Edge ST chega para disputar a fatia do mercado entre os SUVs Premium com o Jaguar E-Pace, Audi Q5, Mercedes-Benz GLC, BMW X3 e com o Jeep Grand Cherokee.

Impressões ao dirigir

Andar no Edge ST 2019, durante sua apresentação no Campo de Provas da Ford, em Tatui, São Paulo, foi uma experiência gratificante. Desnecessário falar do conforto interno, mas é preciso dizer que o motor 2.7 V6 é bruto na aceleração e no  torque. Perfeito, silencioso e seguro na pista pavimentada, recheada de vários pontos que exigem perícia do condutor. Pelo caminho, rampas, ondulações e curvas bem fechadas.

Levamos o carro para a pista de terra dentro do campo de provas. Ali o objetivo foi muito mais de sentir a suspensão e a eficiência do SUV em terreno que não é do seu modo de vida.  Nada de acelerações mais brutas. A calibragem da suspensão chama a atenção. Embora um pouco mais dura – como são os carros de alta perfomance -, não abriu mão  do conforto.

A tração 4×4 sobdemanda atua eficiente na distribuição da força nas rodas. Em de normalidade a força fica concentrada 100% as rodas dianteiras, podendo ser repartida de forma dinâmica em porções de até 50/50,conforme as  condições de cada piso.

O que se conclui é que a Ford acertou a mudança do novo Edge. A marca manteve o conforto do modelo, sua característica principal, e garantiu a performance desejada e que até os mais conservadores não vão gostar. A oportunidade de  usufruir de luxo e performance num mesmo carro não é nada ruim. As cores disponíveis na versão esportiva ST do Edge são o Azul Topázio, Vermelho Vermont, Preto Vesúvio, Prata Dublin, Cinza Moscou e Branco Sibéria.

 

 

Comentários

Mais de DM Autos