DM Autos

Caminhão 100% elétrico iET 1200 da JAC será lançado em agosto. Preço: R$ 259.900

diario da manha

Norton Luiz
Editor de Veículos

A JAC Motors já está realizando a pré-venda do caminhão 100% elétrico da marca no mercado brasileiro, com preço sugerido de R$ 259.900. O lançamento oficial do iET 1200, porém, está confirmado para o próximo mês de agosto e as primeiras unidades começam a ser entregues no final do ano. O modelo será o primeiro caminhão elétrico de série do Brasil.

Importado da China, mercado que representa mais da metade de todos os modelos elétricos do mundo, o JAC iET 1200 terá PBT de 5,8 toneladas e 97 kWh de capacidade máxima de carga. Primeiro caminhão com propulsão 100% elétrica do país possui autonomia de 200 km (norma NEDC) e pode ser a grande solução para reduzir a emissão de poluentes dos grandes centros urbanos.

A sigla iET 1200 identifica o termo Intelligent Energy Truck, enquanto o “1200” exibe uma das maiores vantagens do modelo: o torque máximo. Com 1200 Nm, o que equivale ao valor empregado em motores convencionais a diesel para caminhões de 25 a 30 toneladas de PBT, o iET 1200 é um modelo ideal para o transporte de cargas urbanas, oferecendo agilidade de condução nos grandes centros. A potência será de 177 cv.

Para ser vendido por aqui, o Grupo SHC, representante da JAC Motors no Brasil, escolheu, entre diversas configurações de capacidade de carga de bateria e equipamentos, a opção de 97 kWh, que rende uma autonomia de 200 km.

Antes de lançá-lo no Brasil, o Grupo SHC efetuou pesquisas aprofundadas para identificar o tipo de uso desses caminhões nas cidades. A julgar pelos que rodam, a autonomia é mais do que suficiente. “E é preciso ponderar as duas grandes vantagens do caminhão 100% elétrico: a emissão zero de poluentes e o baixíssimo custo operacional.

Enquanto o caminhão movido a diesel exige um custo de R$ 150 pra rodar 200 km na cidade, segundo informação do Grupo SHC, o JAC iET 1200 vai gastar R$ 30. Para ser recarregado, o JAC iET 1200 vai necessitar de uma tomada de 220 volts e 17 horas, no modo carga lenta. Se a tensão for trifásica e 380 V, ele será “abastecido” em apenas 2 horas.

 

 

Comentários

Mais de DM Autos