DM Autos

Ford Mustang revive o clássico Mach 1 com série especial de 480 cv

Série especial do superesportivo será vendida na América do Norte no começo de 2021

diario da manha

O Ford Mustang Mach 1, série especial limitada do cupê fastback, foi apresentado nos Estados Unidos.  A novidade voltará a ser comercializada na América do Norte no segundo trimestre de 2021, depois de 17 anos.

O Mach 1 foi inspirado no feito de Chuck Yeager, o primeiro a quebrar a barreira do som. O modelo original, criado em 1969, quebrou 295 recordes de velocidade e resistência nas pistas.

O novo Ford Mustang Mach 1, assim como o original, faz uma ponte entre os modelos Mustang GT e Shelby. Ele traz motor V8, aprimoramentos na aerodinâmica, na suspensão e no cockpit, além de visual exclusivo.

Brasil

Se vem para o Brasil, ninguém sabe. A Ford não deu qualquer pista, mas é provável que o Muscle Car chegue por aqui como fez o Mustang na versão especial Black Shadow.

O Mach 1 é o Mustang com motor V8 5.0. É o mais preparado para as pistas de todos os tempos. Isso graças a uma nova frente e peças da Ford Performance emprestadas dos modelos Mustang Shelby GT350 e Shelby GT500, além de um pacote especial de dirigibilidade.

Motor de 480 cv de potência

Sob o capô, o motor V8 5.0 do Mach 1 de aspiração natural rende 480 cv de potência a 7.000 rpm e 58 kgfm de torque a 4.600 rpm. É a mesma potência oferecida pela versão igualmente apimentada Bullitt, que se despede do mercado no final deste ano.

A edição especial é uma justa homenagem ao modelo nascido há mais de 50 anos. O seu motor usa componentes revisados do Shelby GT350, como o coletor de admissão e o radiador de óleo do motor com capacidade 50% maior de refrigeração.

A nova versão incorpora décadas de aprendizado da Ford Performance. O Mach 1 se impõe logo pela frente aerodinâmica exclusiva. O modelo traz várias peças da Ford Performance, incluindo a transmissão manual Tremec 3160 de seis velocidades do Shelby GT350.

Pela primeira vez a Ford equipou a transmissão com “rev-matching”. O superesportivo conta também com radiador de óleo do GT350 e a embreagem de disco duplo e câmbio curto do Mustang GT.

Ford Mustang Mach terá também opção de transmissão de 10 velocidades

Haverá também a opção da transmissão automática SelectShift de 10 velocidades, com conversor de torque atualizado e calibração exclusiva para maior performance. Um segundo resfriador de óleo a ar aumenta em 75% a capacidade de resfriamento.

A grade dianteira do novo Ford Mustang Mach 1 remete ao original. A peça tem recorte em formato de nariz de tubarão e o emblema do cavalo no centro. Detalhes em cinza e preto fosco em todo o veículo criam um visual sofisticado.

Rodas de 19 polegadas

As novas rodas pretas de alumínio, de 19×9,5 polegadas na frente e 19×10 polegadas na traseira são uma versão moderna das clássicas rodas estilo Magnum 500.

O pacote Handling – disponível exclusivamente com a transmissão manual Tremec 3160 de seis velocidades – inclui rodas de 19×10,5 polegadas e 19×11 polegadas e difusor dianteiro com maior “downforce”.

Cores

As opções de cores da carroceria são cinza Fighter Jet, prata Iconic, preto Shadow, branco Oxford, azul Velocity, laranja Twister, vermelho Race e amarelo Grabber. Faixas laterais e no capô em preto fosco com listras contrastantes em vermelho, branco e laranja se destacam no Mach 1.

O interior tem painel de instrumentos exclusivo com detalhes em alumínio e um emblema entalhado com o número do chassi do veículo. Os bancos de couro preto trazem uma faixa laranja constrastante, uma herança Mach 1.

O Mach 1 tem um design dianteiro exclusivo. As novas grades dianteiras e laterais contribuem para o seu visual único e para os requisitos mais exigentes de aerodinâmica e refrigeração.

Desempenho

O novo divisor dianteiro melhora o desempenho na pista e cria uma aparência mais agressiva. Ele trabalhando em conjunto com o spoiler traseiro para trazer o equilíbrio dinâmico ideal.

O Mach 1 tem “downforce” 22% maior que o Mustang GT com Pacote de Performance Nível 1. Com o Pacote Handling a diferença chega a cerca de 150%.

Para melhorar a resistência na pista, foram adicionados dois trocadores de calor laterais. Um trabalha para resfriar o óleo do motor e outro para o óleo de transmissão, além do sistema de refrigeração do eixo traseiro e do difusor inferior do Shelby GT500.

Aerodinâmica

A nova cobertura do assoalho é a atualização aerodinâmica mais importante do veículo.  Essa novidade avança 20 polegadas a mais para trás que o Mustang GT Performance Pack para suavizar e aumentar o fluxo de ar sob a frente do carro.

Suas asas inferiores aumentam a força descendente e também auxiliam no resfriamento dos freios.

Comentários