DM Autos

FCA (Fiat Chrysler Automóveis) liderou as vendas no Brasil e na América Latina em 2020

Fabricante vendeu 433,6 mil unidades no Brasil em 2020 e obteve 22,2% de participação de mercado.

diario da manha

A FCA (Fiat Chrysler Automóveis) liderou o mercado de automóveis e comerciais leves no Brasil e na América Latina em 2020. A fabricante foi  também a empresa do setor que mais expandiu suas vendas na Argentina em relação ao ano anterior.

Foram mais de 502 mil veículos vendidos na América Latina (excluído o México). Com isso, a FCA fechou o ano com uma participação de mercado de 16,5% e um avanço de 2,9 pontos percentuais sobre a fatia de mercado obtida em 2019.

O bom desempenho da FCA (Fiat Chrysler Automóveis) foi alavancado pela liderança no mercado brasileiro, com 433,6 mil unidades vendidas e 22,2% de participação de mercado. Além disso, pela capacidade de reação no mercado argentino, em que a FCA ganhou 2,8 pontos percentuais de participação de mercado em comparação com o ano anterior.

FCA (Fiat Chrysler Automóveis)

O desempenho no Brasil impulsionou a liderança na América Latina. A FCA (Fiat Chrysler Automóveis) acelerou suas vendas em dezembro no Brasil, com um total de 54,8 mil veículos emplacados, com 23,6% de participação de mercado. Destes, 39,7 mil unidades da marca Fiat e 14,9 mil da marca Jeep. Foi o melhor mês de vendas de ambas as marcas no ano.

Com este desempenho no último mês de 2020, a FCA encerrou o ano com 433,6 mil veículos vendidos, o equivalente a 22,2% de participação de mercado. A empresa liderou o mercado brasileiro de automóveis e comerciais leves, ampliando a distância em relação aos competidores.

A marca Fiat contabilizou no ano 321,7 mil veículos vendidos, com 16,5% de participação de mercado. Enquanto isso, a Jeep ultrapassou o patamar de 110 mil veículos emplacados, com 5,7% de participação de mercado.

Quatro modelos fabricados pela FCA estão entre os dez veículos mais vendidos no país no ano. A picape Fiat Strada, que ultrapassou a faixa de 80 mil unidades vendidas, o Fiat Argo, com 66 mil unidades, o Jeep Renegade, com 57 mil vendas, e o Fiat Toro, com 54 mil unidades vendidas.

Crescimento

A Fiat foi a marca que mais cresceu no mercado brasileiro em 2020. A marca encerrou o ano com 16,5% de participação de mercado, avançando 2,7 pontos percentuais em relação ao ano anterior. Este resultado foi decorrente do bom desempenho combinado de vários modelos.

Embora o mercado brasileiro de automóveis e comerciais leves tenha sofrido um recuo de 26% no ano, a picape Fiat Strada conseguiu expandir seu volume físico de vendas em 4,9% O modelo totalizou mais de 80 mil unidades vendidas, o equivalente a 4,1% de todos os veículos vendidos no Brasil no ano.

Devido a este resultado, a Fiat fechou 2020 com seu melhor desempenho histórico no segmento de picapes. O mesmo ocorreu no segmento de vans, no qual a Fiat encerrou o ano com 46,2% de vendas e a liderança do segmento.

Outros modelos da marca também conquistaram participação de mercado no ano: Argo (+0,4 ponto percentual), Mobi e Uno ( +0,4pp), Toro (+0,3pp) e Fiorino (+0,2pp).

Picape Ram

Herlander Zola, diretor do brand Fiat para a América Latina e operações comerciais Brasil, destaca que 2020 foi um ano desafiador e a marca Fiat superou todas as expectativas.

MACHISMO NO AUTOMOBILISMO

“O lançamento da Nova Strada e o rebranding da marca nos trouxeram resultados excepcionais, levando a Fiat à liderança de mercado no último trimestre com 18% de participação e a posicionarmos três carros no ranking dos dez mais emplacados do Brasil. Além disso, também mantivemos uma parceria consistente com nossa rede de concessionárias, que se demonstrou essencial para a superação dos momentos difíceis do ano”, assinala Zola.

Jeep lidera o segmento de SUVs pelo quinto ano consecutivo

A marca Jeep liderou o segmento de SUVs no Brasil pelo quinto ano consecutivo, com 20,9% de participação nas vendas. Os dois modelos da marca tiveram bom desempenho.O Jeep Renegade registrou 57 mil emplacamentos, enquanto o Jeep Compass teve 53 mil unidades vendidas.

O Jeep Renegade registrou em dezembro o melhor mês de vendas de sua história, com 7.875 unidades emplacadas, superando o recorde anterior de dezembro de 2015 com 6.976 carros emplacados. O lançamento do Renegade Moab trouxe o aclamado motor turbo diesel de 170 cv da Jeep para um segmento maior de consumidores.

Da mesma forma, os modelos importados se destacaram. As vendas do Jeep Wrangler cresceram 5,7% e do Grand Cherokee avançaram 33%.

Ram tem o melhor resultado histórico da marca no Brasil

A Ram alcançou em 2020 o melhor resultado histórico da marca no Brasil. Foram emplacadas 1.474 unidades da Ram 2500, mais do que o dobro do volume comercializado em 2019. O ano também marcou a pré-venda da Ram 1500. Apresentada em 10 de dezembro, a nova picape teve 100 unidades vendidas em 18 horas, para entrega em abril 2021.

Jeep Renegade

Na Argentina, a FCA (Fiat Chrysler Automóveis) foi a empresa que mais cresceu na comparação com 2019. A fabricante avançou de uma participação de mercado de 12,4% para 15,2% neste ano, ganhando 2,8 pontos percentuais de market share. A empresa encerrou o ano com 48.941 unidades comercializadas.

A Fiat foi a marca que mais cresceu no mercado argentino, ganhando 2 pontos percentuais de participação de mercado, que avançou de 9,7% para 11,7% no ano passado. A marca comercializou 37.711 veículos, com destaque para o Fiat Cronos, o automóvel mais vendido no ano na Argentina com 16.561 unidades. A picape Fiat Toro retomou a liderança do segmento com 7.630 unidades vendidas no ano.

A marca Jeep encerrou o ano com 9.836 unidades comercializadas, expandindo sua participação de mercado de 2,5% para 3,0% (+0.5 p.p.). A Ram duplicou sua participação no mercado argentino, com um total de 1.361 unidades comercializadas no ano.

A picape Fiat Strada conseguiu expandir seu volume físico de vendas em 4,9%, totalizando mais de 80 mil unidades vendidas, o equivalente a 4,1% de todos os veículos vendidos no Brasil no ano. Apresentada em dezembro de 2020, a nova Ram 1500 teve 100 unidades vendidas em 18 horas, para entrega em abril.

Fiat Strada

Comentários