DM Autos

Nova geração da Honda Africa Twin estreia no Brasil em julho

Com novo visual, mais leve, potente e tecnológico, modelo parte de R$ 70.490.

diario da manha
Honda CRF 1100L Africa Twin DCT

A nova geração da Honda Africa Twin 2021 chega ao Brasil nas versões CRF 1100L Africa Twin e CRF 1100L Africa Twin Adventure Sports ES. Ambas oferecem a opção de transmissão convencional ou o exclusivo DCT, garantia de três anos e partem de R$ 70.490.

A chegada ao mercado começa em julho. Primeiro chegam as versões com câmbio convencional CRF 1100L Africa Twin, nas cores preto fosco ou vermelho (R$ 70.490) e a  CRF 1100L Africa Twin Adventure Sports ES, na cor branca (R$ 90.490).

No mês de agosto chegam as versões da nova geração da Honda Africa Twin com transmissão de dupla embreagem (DCT). A CRF 1100L Africa Twin DCT, na cor vermelho, tem preço sugerido de R$ 76.804. A CRF 1100L Africa Twin Adventure Sports ES DCT, na cor branca, por sua vez, de R$ 96.626.

Honda CRF 1100L Africa Twin DCT

Novo visual, mais leve e mais poente

Totalmente renovada, a aventureira Africa Twin 2021 ficou mais leve, mais tecnológica e traz motor mais potente. Destaque para a avançada eletrônica. O conjunto conta com seis Riding Modes, sete níveis de HSTC, três níveis de controle de empinada, função Cornering ABS, cruise control e a suspensões ajustáveis eletronicamente e pneus sem câmara nas versões Adventure Sports ES.

O painel TFT touchscreem colorido de 6,5″ integra Apple CarPlay® e Android Auto®.

A chegada das versões da nova geração da Honda Africa Twin CRF 1100L Africa Twin marca o incremento de potência e torque. Houve um aumento na capacidade cúbica do motor bicilíndrico, que em conjunto com a redução de peso levou a performance a um nível ainda mais elevado.

Outra boa vantagem é a introdução da transmissão de dupla embreagem (DCT), que se soma à opção com caixa de câmbio convencional.

São quatro versões da nova geração da Honda Africa Twin à venda no Brasil. As CRF 1100L e CRF 1100L DCT, opções que se caracterizam pelo tanque de combustível de 18,8 litros de capacidade, e as CRF 1100L Adventure Sports ES e CRF 11000L Adventure Sports ES DCT, com tanque de 24,8 litros.

Acelerador eletrônico

Todas receberam o sistema de acelerador eletrônico TBW – Throttle By Wire -, juntamente com a extensão dos modos de pilotagem, mais opções no sistema de controle de tração HSTC – Honda Selecteable Torque Control -, e muitos outros itens de tecnologia relacionados à adoção de uma sofisticada IMU – Inertial Measurement Unit (unidade de controle inercial).

Honda CRF 1100L Africa Twin Adventure Sports ES DCT

As CRF 1100L Africa Twin 2021 estão menores, mais esguias e cerca de 10 kg mais leves.Com isso, o modelo evoluiu em performance tendo em vista as alterações complementares no motor, que ganhou cerca de 12% de potência e 10% no torque.

O chassi de aço foi totalmente renovado. Agora traz subchassi de alumínio, mesmo material usado na balança de suspensão traseira, derivada da Honda CRF 450R de motocross.

A adição da IMU, a unidade de controle inercial de seis eixos, possibilitou gerenciar não apenas os sete níveis do sistema de controle de tração (HSTC), mas também outras novidades das Africa Twin 2021, como a função antiwheelie em três níveis, o Cornering ABS otimizado para curva (com configuração off-road) e o controle de elevação da roda traseira.

Aos modos de pilotagem padrão – URBAN, TOUR e GRAVEL – junta-se agora o modo OFF-ROAD e os USER com dois modos ser totalmente personalizados. As Africa Twin Adventure Sports ES vem equipadas com pneus sem câmara e as suspensões Showa EERA™ – Showa Electronically Equipped Ride Adjustment, que oferecem ainda mais conforto e eficiência ao modelo.

Pilotagem

A posição de pilotagem evoluiu através de um banco redesenhado e um guidão mais alto. O quadro de instrumentos TFT a cores é sensível ao toque e tem 6,5 polegadas.

Honda CRF 1100L Africa Twin Adventure Sports ES DCT

Batizado de MID (Multi Information Display), oferece uma conexão direta com os diversos sistemas da moto e tecnologia Apple CarPlay® e Android Auto® via Bluetooth e cabo USB.

As luzes DRL de condução diurna com LEDs aumentam muito a visibilidade da moto, melhorando a segurança. O sistema de controle da velocidade de cruzeiro é equipamento de série.

O para-brisa da versão de entrada é fixo, baixo, ideal para uma melhor visibilidade em pilotagem esportiva, mas nem por isso deixa de cumprir sua função aerodinâmica e de proteção. Já na versão Adventure Sports ES, o para-brisa é mais alto e regulável em cinco posições.

A altura do banco em relação ao solo é regulável entre 850-870 mm, o guidão está 22,5 mm mais alto, o que resultou em maior conforto e sensação de pleno controle. O banco, 40 mm mais estreito, permite ao condutor apoiar os pés no chão com maior facilidade.

O novo farol duplo de LEDs está em posição elevada, com feixe de luz mais eficiente. O conjunto de luzes diurnas de condução (DRL) ajusta a intensidade de iluminação de modo automático, de acordo com a incidência de luz externa. Em todas as versões da CRF 1100L os protetores de mão são equipamento série.

Painel

O painel MID (Multi Information Display) da nova geração da Honda Africa Twin é colorido, sensível ao toque e tem tela TFT de 6,5 polegadas. Através dele o condutor recebe plenas informações e pode controlar os sistemas da Africa Twin.

Honda CRF 1100L Africa Twin Adventure Sports ES DCT

Cada um dos modos de pilotagem é selecionado na parte superior esquerda da tela, que pode ser personalizada para mostrar diferentes níveis de informação. Um destaque é a facilidade de operação, mesmo com luvas.

A conectividade com o Apple CarPlay® e Android Auto® permite o uso de aplicativos de navegação e exibição de informações diretamente no painel, além da possibilidade de fazer ou receber chamadas telefônicas usando capacetes com fones de ouvido e microfone via Bluetooth. É possível controlar o aparelho através de comandos do punho esquerdo através de conexão wireless bluetooth. Uma porta USB à direita do painel possibilita recargar smartphones.

Na eventualidade de uma frenagem de emergência em velocidade superior a 50 km/h, entra em funcionamento o sistema ESS (Emergency Stop Signal), onde as luzes de direção dianteiras e traseiras piscam alertando os outros usuários da via.

Os piscas também têm função de cancelamento automático por um sistema de comparação das diferenças de velocidade entre a roda dianteira e a roda traseira, cujo cálculo determina o momento de desarme dos piscas em relação à situação de condução. Outro equipamento incorporado em todas as versões da CRF 1100L Africa Twin é o cruise control, que permite ajustar a velocidade de cruzeiro.

Nova geração da Honda Africa Twin: Motor

A arquitetura do motor bicilíndrico paralelo SOHC de 8 válvulas permanece inalterada, mas o incremento da capacidade, de 998 cm³ para 1.084 cm3, resultou em maior potência, que passou de 88,9 para 99,3 cv a 7.500 rpm.

O torque máximo também subiu de 9,5 para 10,5 kgm.f a 6.000 rpm. A elevação de potência e torque é sentida desde 2.500 rpm.

O aumento da capacidade cúbica do motor foi obtido pelo aumento do curso dos pistões para 81,5 mm (antes, 75,1 mm), com o diâmetro dos cilindros de 92 mm permanecendo inalterado. A taxa de compressão é de 10,0:1.

Honda CRF 1100L Africa Twin Adventure Sports ES DCT

As camisas dos cilindros agora são de alumínio, o que em conjunto com outras medidas de redução de peso nos componentes da transmissão da versão com câmbio convencional, resultou em um motor 2,5 kg mais leve.

O motor da versão DCT pesa 2,2 kg a menos que no motor anterior. O peso total do motor atual, com câmbio convencional, é de 66,4 kg, enquanto

Comentários