DM Autos

Volvo XC90 elétrico virá com tecnologia que ajuda a salvar vidas

Modelo previsto para 2022 será referência em segurança automotiva.

diario da manha
O atual SUV Volvo XC90 se tornará elétrico em 2022

O Volvo XC90 totalmente elétrico, previsto para ser lançado em 2022, virá com sensores de última geração. A novidade inclui a tecnologia LiDAR, desenvolvida pela Luminar, além um computador de direção autônoma alimentado pelo sistema NVIDIA DRIVE Orin™(system-on-a-chip), como padrão.

O substituto do atual Volvo XC90 atual terá, portanto, a tecnologia de segurança líder do setor como padrão. Ela é ajuda a salvar ainda mais vidas enquanto a empresa estabelece uma nova referência em segurança automotiva.

“A Volvo Cars é e sempre foi líder em segurança. Agora vai definir o próximo nível de um carro seguro”, afirma Håkan Samuelsson, presidente-executivo do Grupo Volvo Car. “Tendo este hardware como padrão, podemos melhorar continuamente esses recursos pelo ar e introduzir sistemas de acionamento autônomo avançados, reforçando nossa liderança em segurança”, conclui.

Segurança

Ao combinar este hardware de última geração com os softwares Volvo, Zenseact e Luminar para a próxima geração de sua tecnologia anticolisão bem estabelecida, a Volvo Cars visa oferecer um novo pacote de segurança que reduz fatalidades e acidentes como um todo.

As novas tecnologias também são projetadas para lidar especificamente com as situações de tráfego que resultam em uma grande parte dos ferimentos graves e fatalidades encontrados hoje.

“Em nossa ambição de entregar carros cada vez mais seguros, nosso objetivo de longo prazo é atingir zero colisões e evitar acidentes por completo”, ressalta Henrik Green, diretor de tecnologia do Grupo Volvo Car.

Uma vez introduzida, espera-se que a tecnologia amadureça com o tempo. Com isso, torne capaz de permitir que o carro ajude e melhore as capacidades de um motorista humano em situações críticas de segurança.

 Colisões

Considerando que as gerações anteriores de tecnologia dependiam amplamente de alertar o motorista para ameaças imediatas em potencial, esta nova tecnologia de segurança irá, com o tempo, intervir cada vez mais conforme necessário para evitar colisões.

Embora salvar vidas e prevenir lesões continue sendo a primeira prioridade da empresa, a Volvo Cars também vê um potencial benefício de custos de seguro mais baixos. Isso, à medida que os acidentes envolvendo carros Volvo se tornem cada vez mais raros.

Um pacote de cuidados, padrão em todos os carros totalmente elétricos da Volvo, inclui cobertura de seguro quando disponível.

Além do conjunto de sensores e desempenho de computação IA, o próximo modelo principal da Volvo também virá com sistemas de backup para funções chaves, como direção e frenagem, que o tornam um hardware pronto para uma direção autônoma não supervisionada e segura quando disponível.

Volvo XC90: Highway Pilot

Esses sistemas de backup juntamente com a tecnologia LiDAR, computação e software, permitirão a funcionalidade Highway Pilot, desenvolvida internamente em conjunto com a empresa de desenvolvimento de software de direção autônoma da Volvo Cars, a Zenseact.

O recurso de direção autônoma para uso em rodovias, o Highway Pilot é opcional. Ele será ativado para clientes quando verificado que é seguro e legalmente permitido para localizações e condições geográficas específicas.

No início deste ano, a Volvo Cars anunciou que usará a tecnologia NVIDIA para centralizar a computação. O computador central e o computador de unidade autônomo, ambos com tecnologia NVIDIA, permitem que seus carros se tornem mais seguros, pessoais e sustentáveis ao longo do tempo por meio de atualizações pelo ar.

Ao mesmo tempo, o sistema fornece a potência computacional necessária para o processamento de visão e tecnologia LiDAR. A Volvo Cars revelará mais detalhes sobre seu futuro roteiro de tecnologia no “Volvo Cars Tech Moment”, na próxima quarta-feira, dia 30 de junho.

Comentários