DM Autos

Ford Ranger FX4 agrada pelo visual esportivo e espírito aventureiro

Teste: Andamos na picape de personalidade forte e desenvolvida exclusivamente para o Brasil.

diario da manha

A nova versão FX4 da Ford Ranger não é só aparência bonita com seu visual exclusivo. Criada especialmente para o mercado brasileiro, a FX4 é também uma picape com vocação aventureira e personalidade forte. Ela se diferencia das demais versões pelos equipamentos, esportividade e requinte no acabamento.

Andamos na picape de R$ 298.790 que troca o asfalto e enfrenta um off-road com boa disposição e desenvoltura. Vamos falar da Ranger FX4 que o DMAutos acabou de testar, começando pelo interior. A versão, recém chegada ao mercado, agrada pelo visual e espírito de aventuras.

Chama a atenção no interior o aplique com acabamento escuro brilhante no painel em frente ao passageiro, no volante e nas molduras das maçanetas internas. O mesmo acabamento é visto na alavanca do câmbio e no descansa-braço central.

Equipamentos de série

A Ranger FX4 traz de série bancos em couro, com o logotipo FX4, em relevo, estampado nos encostos. Conta ainda com banco do motorista com regulagem elétrica, ar condicionado automático com duas zonas, retrovisor fotocrômico, sensor de chuva, rebatimento elétrico dos retrovisores, central multimídia SYNC 3 e painel de instrumentos com tela digital configurável.

Todo o acabamento interno da FX4 é refinado. Afinal, conforto nunca é demais, principalmente quando se busca estradas esburacadas e cheias de outras imperfeições para aventurar com a Ranger FX4. 

Como toda a linha Ranger, a FX4 vem com o sistema de conectividade FordPass que permite vários comandos remotos pelo celular, como partida, climatização, travamento e destravamento de portas e localização, além de alertas de alarme e de funcionamento do veículo.

Visual

A Ranger FX4 tem um visual agressivo. O preto brilhante está presente na grade frontal, no aplique inferior do para-choque dianteiro, na capa dos espelhos retrovisores externos, abertura da caçamba e também no acabamento do para-choque traseiro.

A versão aventureira da picape traz ainda iluminação diurna (DRL) de LED, faróis com projetores de LED e máscara negra. As lanternas traseiras também utilizam máscara escurecida. A Ranger FX4 difere da sua irmã Storm, também de perfil off-road, pelo maior requinte e conforto.

Versão FX4

Ainda na parte externa, a identificação FX4 está presente nas portas e em alto relevo na tampa da caçamba. As caixas de rodas têm alargadores de plástico em preto fosco que acompanham o tom dos estribos. O santantônio tubular, exclusivo e funcional, dispõe de pontos de ancoragem para amarração de equipamentos.

A FX4 estreia dois novos acessórios: um snorkel funcional com desenho que acompanha as formas da picape e caixas organizadoras fechadas com chave instaladas nas laterais da caçamba.

As rodas de liga leve (exclusivas) são de 18 polegadas e os pneus todo terreno Pirelli Scorpion 265/60 ATR (50% on-road e 50% off-road). Mas se o objetivo é enfrentar trilhas mais pesadas a opção é pelo uso de rodas de 17 polegadas com pneus 265/65 R17 Pirelli Scorpion ATR, as mesmas desenvolvidas para a Storm. O custo é de R$ 2.000 a mais.

A Ranger FX4 é vendida em seis cores: Vermelho Toscana, Vermelho Bari, Prata Geada, Branco Ártico, Preto Gales e Cinza Moscou.

Ford Ranger FX4: Motorização

Sob o capô, a Ford Ranger FX4 2023 traz o motor turbodiesel 3.2 Duratorq turbo diesel de cinco cilindros que gera 200 cv de potência máxima e torque de 47,9 kgfm (1.750 a 2.500 rpm), acoplado a um câmbio automático de 6 marchas com opção de trocas manuais pela alavanca.

A tração é 4×4 com reduzida (diferencial traseiro blocante).

Com esse conjunto, a nova versão da Ranger não arrega diante dos obstáculos. Ela é bruta no conjunto mecânico e traz muito do luxo e da tecnologia das versões XLT e Limited.

Entre as novidades, traz novo sistema de controle de emissões que atende as exigências do Proconve 7, sem perda de potência e desempenho do motor.

Tanque de Arla

A novidade da versão é um tanque de Arla (Agente Redutor Líquido Automotivo) instalado junto ao propulsor para que a picape se enquadre nas normas de emissões do Proconve L7.

Este tanque tem 20 litros e é suficiente para rodar entre 10.000 km e 14.000 km, segundo dados do fabricante. O tanque de combustível da picape tem capacidade de 80 litros.

A Ford Ranger FX4 tem capacidade de imersão de 80 centímetros e a altura em relação ao solo é de 23,5 cm. Os ângulos de entrada e de saída são de 28º e 26º, respectivamente.

A versão pesa 2.247 kg e tem capacidade para transportar 1.014 kg – o volume da caçamba é de 1.180 litros. Já a capacidade máxima de reboque é de 2.720 kg.

Segurança

A Ford Ranger FX4 tem pacote de segurança que engloba uma série de sistemas, como controles eletrônicos de tração e estabilidade, tecnologia anticapotamento, controle adaptativo de carga e oscilação de reboque e assistente de frenagem de emergência, além de sete airbags.

A versão pegou emprestado muitos itens de série da versão XLT. Destaque para ar-condicionado digital de duas zonas, banco do motorista com ajustes elétricos e regulagem para lombar, sensor de chuva, câmera de ré, sensores de estacionamento dianteiros e traseiros, direção elétrica, assistente de fadiga, assistente de permanência em faixa, entre outros.

Comentários