Economia

Aparecida de Goiânia adere ao projeto O Futuro da Minha Cidade

Da Assessoria

diario da manha

A Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC) e o Sindicato da Indústria da Construção no Estado de Goiás (Sinduscon-GO), em parceria com a Associação das Empresas do Mercado Imobiliário (Ademi-GO), Sindicato dos Condomínios e Imobiliárias de Goiás (Secovi-GO), Associação Comercial e Industrial de Aparecida de Goiânia (Aciag), com apoio da Prefeitura de Aparecida de Goiânia, convidam para coletiva de imprensa sobre o lançamento do projeto “O Futuro da Minha Cidade”, no Município. A coletiva será realizada na sede do Sinduscon-GO, às 14h15 da próxima quinta-feira, 28 de maio.

Estarão presentes na entrevista coletiva o prefeito de Aparecida de Goiânia, Maguito Vilela; o presidente do Sinduscon-GO, Carlos Alberto Moura, e o ex-prefeito de Maringá (PR), Silvio Barros (um dos responsáveis pela execução no município paranaense do bem-sucedido envolvimento da sociedade e do poder público no desenvolvimento de um plano de ação contínuo).

A adesão do município de Aparecida de Goiânia será marcada por evento de sensibilização, que ocorrerá na sede da Associação Comercial e Industrial de Aparecida de Goiânia (Aciag), no mesmo dia (28/05), a partir das 17h30. O trabalho será conduzido pelo o ex-prefeito de Maringá (PR) e consultor da CBIC, Silvio Barros. Na oportunidade, serão apresentadas as diretrizes e os objetivos do projeto.

Como você quer que seja sua cidade daqui a 20 anos? Qual a vocação de Aparecida de Goiânia? A estratégia é promover o debate sobre essas questões e propor soluções de melhorias para o desenvolvimento sustentado do município. Aparecida de Goiânia será a oitava cidade brasileira a aderir ao projeto “O Futuro da Minha Cidade”, instituído no município de Goiânia em maio de 2013 e já em fase de formatação do Conselho de Desenvolvimento Econômico Sustentável e Estratégico, que contará com participação popular.

 

O projeto

Chamado anteriormente de “Cidades Sustentáveis”, o projeto visa mobilizar a sociedade local para ser protagonista no futuro da sua cidade, criando soluções para a sustentabilidade urbana. Com base em experiências bem-sucedidas de algumas cidades que se tornaram referências na prática da gestão urbana, o projeto propõe estruturar um modelo de plano de trabalho como facilitador, para gestores públicos e a própria sociedade local, na implantação de programas de planejamento e desenvolvimento sustentável que sejam permanentemente ativos.

É uma ação transformadora que pretende discutir um plano de ação a ser desenvolvido pelos próximos 20 anos, com alternativas de soluções dos problemas sendo trabalhadas com a administração pública da cidade.

“O Futuro da Minha Cidade” já foi adotado em Joinville-SC, São Gonçalo do Amarante-CE, Goiânia-GO, Cascavel-PR, Porto Velho-RO, Uberlândia-MG e Teresina-PI.  Em Goiânia, a primeira reunião de sensibilização ocorreu no dia 13 de maio de 2014 na sede da OAB-GO, com a participação de 240 pessoas e 58 líderes “apaixonados” pela causa. O projeto recebeu apoio da Secretaria Municipal da Indústria e Comércio, OAB-GO, Fórum Goiano da Habitação (composto pelo Sinduscon-GO, Ademi-GO e Secovi-GO), sociedade e o poder público.

Dando prosseguimento ao projeto, foram formados Grupos de Trabalho para tratar os temas prioritários para o desenvolvimento de Goiânia. Para subsidiar as decisões foi realizado pela Tendências Consultoria (SP) o “Estudo de Competitividade para Goiânia”, quando foram levantados os seguintes pontos como estratégicos para o desenvolvimento econômico de Goiânia e Região Metropolitana: Logística e Distribuição; Confecção e Moda (indústria); Turismo de Negócios; Turismo de Saúde; Polo Educacional; Polo Tecnológico, e Polo de Negócios Agropecuários.

Comentários

Mais de Economia