Economia

O princípio do sucesso

Augusto Cury, um dos mais lidos escritores brasileiros da atualidade, virá a Goiânia em junho para palestra. Método criado por ele prepara crianças, adolescentes e adultos para melhor lidarem com suas emoções

diario da manha

 

 

O psiquiatra e psicoterapeuta Augusto Cury virá a Goiânia no início de junho para uma palestra sobre as melhores formas de lidar com a ansiedade e como enfrentar esse que é chamado de “mal do século”. O método desenvolvido por Augusto Cury intitulado “Teoria da Inteligência Multifocal” é um dos mais respeitados na atualidade e prepara indivíduos de todas as faixas etárias para administrar com melhor potencialidade sua inteligência emocional.

A promoção é do curso Menthes, franquia que ministra os cursos desenvolvidos por Cury em Goiânia e de seu diretor, o professor Saulo Diniz. “Augusto Cury fará sua palestra no Teatro Rio Vermelho a partir das 19h30 do dia 9 de junho e já é grande a expectativa por seus ensinamentos”, frisa. Saulo, um professor de Física para ensino médio e cursos preparatórios para concursos, diz que chegou ao extremo de sua ansiedade e somente administrando sua inteligência emocional conseguiu melhorar seu desempenho individual.

“No curso Menthes trabalhamos com preparação de gerenciamento de inteligência emocional para crianças, adolescentes e adultos, inclusive empresas, todos baseados na Teoria da Inteligência Multifocal. Essa escola trabalha com o processo de construção do pensamento. Para mudar os comportamentos é preciso modificar a construção do pensamento e é esse o propósito do método pedagógico”, explica.

Saulo Diniz explica que a falta de controle da inteligência emocional é a principal responsável pelo não aproveitamento de energias essenciais para o sucesso de toda sorte de empreitadas de pessoas e grupos e pelo comprometimento de processos inteiros de trabalhos que poderiam resultar em grandes realizações. Ele cita um estudo recente de publicações especializadas em trabalho de grupos e empresas que 80% das exclusões de profissionais se dá justamente pela falta de gerenciamento da inteligência emocional e do nível de estresse dos indivíduos e não propriamente pela incapacidade técnica.

 

Objetivos

Um dos alvos preferidos de quem procura o método desenvolvido nos cursos de Augusto Cury e seus franqueados são adolescentes em estágio de preparação para ingresso na universidade, pelo Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) ou mesmo pelo tradicional vestibular. Os alunos são trabalhados para superar a ansiedade e dominar sua inteligência emocional a ponto de aumentar sensivelmente seus rendimentos e alcançar seus objetivos.

“Para adolescentes trabalhamos o controle de suas emoções e aumentar seu rendimento visando canalizar suas inteligências e conhecimentos acumulados para garantir sucesso em seus objetivos, que é o ingresso em universidades e cursos muito concorridos”, comenta. A metodologia de ensino pedagógico atual gera um excesso de informações que são despejadas nos alunos e isto gera um excesso de estresse e emoções sempre desajustadas, o que exige uma busca pelo equilíbrio que é o objetivo primordial do trabalho com a “inteligência multifocal”. Os alunos são preparados para lidar com cobranças por resultados e a ansiedade advinda com esse processo.

Professor Saulo Diniz(Foto: Mel Castro)
Professor Saulo Diniz(Foto: Mel Castro)

SAIBA MAIS

Augusto Cury é doutor em psicanálise, professor e escritor. Já publicou inúmeras obras que venderam mais de 20 milhões de exemplares somente no Brasil e seus livros foram publicados em mais de 60 países. É conferencista convidado para palestras em várias partes do mundo como 13° Congresso Internacional sobre Intolerância e Discriminação da Universidade Brigham Young, nos Estados Unidos.

 

Principais obras

  • Nunca Desista de Seus Sonhos
  • Análise da Inteligência de Cristo
  • Os Segredos do Pai-Nosso
  • Treinando a emoção para ser feliz
  • O Código da Inteligência
  • O Vendedor de Sonhos: O Chamado
  • O Vendedor de Sonhos
  • Revolução dos Anônimos

Comentários

Mais de Economia