Economia

PF prende os presidentes da Odebrecht e Andrade Gutierrez

diario da manha

Segundo força-tarefa, somente dois dos 12 ainda não se apresentaram
SÃO PAULO – A Polícia Federal prendeu na manhã desta sexta-feira os presidentes da Odebrecht – maior empreiteira do país -, Marcelo Odebrecht, e Otavio Azevedo, da Andrade Gutierrez, na 14ª fase da Operação Lava-Jato, batizada de “Erga Omnes”. No total, estão sendo cumpridos 59 mandados judiciais – 38 mandados de busca e apreensão, 9 mandados de condução coercitiva, 8 mandados de prisão preventiva e 4 mandados de prisão temporária em São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Rio Grande do Sul.

Dos 12 mandados de prisão, dez já foram cumpridos na manhã desta sexta-feira, segundo a Polícia Federal.

Foram presos com mandados de prisão preventiva:

Marcelo Odebrecht, presidente da Odebrecht (preventiva)

Márcio Farias da Silva, executivo da Odebrecht (preventiva)

Rogério dos Santos Araújo, executivo da Odebrecht (preventiva)

Otávio Marques de Azevedo, presidente da Andrade Gutierrez (preventiva)

César Ramos Rocha, executivo da Andrade Guttierez (preventiva)

Flávio Lúcio Magalhães, executivo da Andrade Guttierez (preventiva)

João Antonio Bernardi Filho (preventiva)

Antonio Pedro Campelo de Souza, da Andrade Guttierrez (preventiva)

Prisões temporárias

Quatro foram presos com mandado de prisão temporária:

Alexandrino de Salles Ramos de Alencar, executivo da Odebrecht (temporária)

Cristina Maria da Silva Jorge (temporária)

Antonio Pedro Campelo de Souza (temporária)

Flávio Lúcio Magalhães (temporária)

Se comprometeram a se apresentar à PF ainda nesta sexta-feira

Helton Negrão de Azevedo Júnior (ainda não se apresentou)

Paulo Roberto Dalmaso (ainda não se apresentou)

 

Comentários

Mais de Economia