Economia

Marconi diz que objetivo do Inova Goiás é a inserção do Estado entre os três mais inovadores e competitivos do país

diario da manha

O governador Marconi Perillo e o vice-governador José Eliton afirmaram na manhã desta quarta-feira (2/9) que Goiás figurará entre os três estados que mais investem nas áreas de inovação e tecnologia no Brasil nos próximos três anos e, consequentemente, aumentará a competitividade do setor produtivo local até 2018. As declarações foram dadas durante o lançamento do Programa Estadual de Inovação e Tecnologia (Inova Goiás), no Centro Cultural Oscar Niemeyer.

“Uma das marcas de cada uma das nossas gestões foi a ousadia, a criatividade, a determinação, o trabalho incansável para materializar os nossos sonhos e transformá-los em realidade. Esse programa irá aumentar a competitividade do Estado de Goiás, por meio da inovação e da tecnologia, um programa de competitividade que pretende incluir Goiás entre os estados mais competitivos do país”, afiançou Marconi.

Com valor total de R$ 1 bilhão e 174 milhões, o Inova Goiás possui 25 origens de investimentos de recursos, que vão desde fundos de financiamentos locais e nacionais até estrutura do Governo do Estado, instituições financeiras e iniciativa privada. De acordo com o vice-governador José Eliton, o Inova Goiás pretende ser um instrumento efetivo para ampliar o desenvolvimento competitivo da economia goiana.

“Pretendemos ser um Estado que inicia um movimento, um Estado que aponta rumos, e não um Estado replicador de tecnologia. Queremos ter uma consciência criativa, uma política capaz de apontar soluções em todos os cenários. Almejamos que nosso Estado tenha a maior e melhor plataforma de incentivo à inovação do Brasil”, pontuou o vice-governador.

Marconi Perillo Inova Goiás - Foto Rodrigo Cabral (10)

Marconi observou o caráter vanguardista do programa, enfatizando que o projeto lançado hoje desperta nova autoestima e esperança nos goianos. Ressaltou também que um dos principais objetivos de sua gestão é transformar Goiás em um dos melhores estados para se viver e um dos mais modernos e competitivos do país.

“Este holofote em relação ao futuro, que a gente começa a acender hoje, é realmente um lenitivo neste mar de desesperança, de dificuldades, de crises que assola o Brasil e o mundo. E também Goiás, que não é uma ilha isolada. Estamos colocando nossa criatividade para funcionar para que esses recursos possam chegar a seus objetivos e suprir as necessidades e as demandas de cada um desses projetos anunciados aqui hoje. Estou seguro que é um programa ‘pé no chão’ para os próximos três anos”, ponderou.

José Eliton ressalvou que o Inova Goiás representa salto de qualidade no ciclo de iniciativas que buscam viabilizar o desenvolvimento da economia goiana. “Com o Inova Goiás o Governo do Estado deixa claro que não terá jamais uma atitude contemplativa frente ao cenário de crise. Além do ajuste fiscal, que começou a ser testado em 2014, o nosso governo mostra um olhar adiante com o desenvolvimento de projetos inovadores, que são a base para novas conquistas sociais”, disse.

O vice-governador garantiu que o programa segue a política de ajuste fiscal do governo goiano e afiançou que ele não gerará novas despesas para Goiás com gastos públicos diretos, bem como não resultará em diminuição de receita nas pastas estaduais. “Configura reordenamento de despesas, tendo como propósito conferir maior competitividade para a economia goiana. Fizemos a opção pela sustentabilidade fiscal, tendo por bases os fundos de financiamentos, receitas oriundas de vinculações constitucionais”, explicou.

De acordo com ele, a execução do Inova Goiás possui dimensão histórica e exigirá o máximo de empenho de cada um dos agentes envolvidos no projeto. “Com certeza, com a determinação do governador Marconi Perillo, o Estado de Goiás vai ancorar num ambiente brasileiro e internacional pós-crise ainda mais forte e influente do que nos dias atuais. Vai ofertar um conjunto de qualidades que tornará sua economia ainda mais atraente”, assegurou.

Inova Goiás

Um dos objetivos do Inova Goiás é fazer do Estado referência nacional nas políticas de promoção da inovação, possibilitando, dessa forma, o acesso das empresas goianas a novas tecnologias e processos produtivos e também modernizando ainda mais a prestação dos serviços públicos, além de fortalecer a economia e potencializar o desenvolvimento. O programa, executado pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SED) com apoio da Secretaria de Estado de Gestão e Planejamento (Segplan), prima também pela interação do governo do Estado com as universidades, instituições de pesquisa e setor privado.

Ele será desenvolvido em duas linhas específicas: uma voltada para a promoção da inovação nos diferentes setores econômicos do estado; e outra destinada a modernizar a máquina administrativa e elevar a qualidade dos serviços públicos prestados pelo governo de Goiás ao cidadão goiano.

Dentro da primeira linha, serão implementadas ações estratégicas que fortalecerão e integrarão as mais variadas iniciativas de transferência de tecnologias e educação profissional, arranjos produtivos e polos de tecnologia em todo o Estado. Serão fortalecidas ainda as parcerias com instituições de ensino e pesquisa do Estado de Goiás e de outras partes do país.

Outra meta do governo com o Inova Goiás é aumentar a competitividade por meio da inovação e da tecnologia, colocando o Estado entre os três primeiros do Brasil que mais investem em inovação, com a mais avançada plataforma do país em ciência e tecnologia.

Entre outros benefícios, o programa trará aumento da empregabilidade e da renda per capita; o aumento da eficiência dos meios de produção; e o aumento do número de pesquisas com maior relevância para o setor produtivo.

Na medida em que busca inovar os diferentes setores produtivos para fortalecer a economia do Estado, o governo de Goiás aposta na inovação tecnológica para modernizar os órgãos públicos estaduais e oferecer serviços de melhor qualidade aos goianos. Nesse sentido, o Programa Inova Goiás inclui ações estratégicas voltadas para desburocratizar e dar maior acesso aos serviços públicos.

Para viabilizar a efetividade de todas as ações do Inova Goiás, o governo começa a assinar convênios com instituições privadas, agências financeiras internacionais, instituições de ensino e pesquisa e com o governo Federal, assegurando os recursos necessários à execução do programa.

Comentários

Mais de Economia