Economia

Renato de Castro, presidente da Codego: “Trabalhamos para promover um salto econômico em Goiás”

Processos e análises de pedidos de áreas nos distritos agroindustriais seguem de forma célere, com objetivo de criar o maior número de empregos no Estado. Determinação é do governador Ronaldo Caiado

diario da manha
Presidente da Codego, Renato de Castro reforça que a vinda de novas empresas ou mesmo a expansão das plantas fabris já instaladas nos parques industriais representam milhares de empregos para o Estado

O presidente da Companhia de Desenvolvimento Econômico de Goiás (Codego), Renato de Castro, destacou que os processos e as análises para assentamento de empresas nos distritos agroindustriais administrados pelo Estado têm sido acelerados. “Trabalhamos para promover um salto econômico em Goiás”, afirma. A atitude da Companhia atende a determinação do governador Ronaldo Caiado para priorizar a criação de novos empregos para os goianos.

A Codego detém aproximadamente 400 pedidos de áreas, sendo que 200 deles são direcionados para o Distrito Agroindustrial de Anápolis (Daia). “Entramos em contato com os empresários para orientar sobre a condução correta dos processos, em conformidade com as normas e regulamentos da Codego, como também sobre os dados e projetos apresentados pelas empresas para atender o maior número possível de demandas. Estamos transformando a Companhia na casa do empresariado”, disse o presidente.

A vinda dessas empresas ou mesmo a expansão das plantas fabris já instaladas nos parques industriais representam milhares de empregos. “O desemprego é algo que combatemos diariamente. É triste ver um pai ou uma mãe de família, por exemplo, não conseguindo suprir as necessidades dos filhos. Temos compromisso com essas famílias goianas para fazer diferença na vida delas. Por isso, trabalhamos para atrair mais empresas e criar novas oportunidades de trabalho em todo o Estado ”.

Diminuição das desigualdades regionais

Outro compromisso do Governo de Goiás é reduzir as desigualdades regionais. Nesse ponto, o presidente da Codego reforçou os estudos empreendidos pelas pastas do Estado em conjunto com as prefeituras para identificar a vocação econômica dos municípios e ampliar as condições de negócios.

“O Estado já possui uma política robusta de incentivo fiscal e, paralelo a esse fator, vem identificando as potencialidades de cada região para levar o desenvolvimento para os municípios que mais precisam com a atração de mais empresas”, afirmou Renato de Castro.

Foto: Divulgação/ Codego

Comentários