Economia

Governo de Goiás assina contrato para construção de outlets em três municípios

Por meio da Codego, Estado investirá aproximadamente R$ 6 milhões nas construções, no âmbito do programa Rota Comercial Turística de Goiás. Serão contemplados Goianira, Jaraguá e Terezópolis de Goiás

diario da manha

Para promover o desenvolvimento regional e estimular o comércio varejista e de bens de consumo, o Governo de Goiás, por meio da Companhia de Desenvolvimento Econômico de Goiás (Codego), assinou, nesta quarta-feira (08/12), contrato com os três municípios selecionados para participar do programa Rota Comercial Turística de Goiás, que prevê a construção de outlets pelo Estado. Serão investidos aproximadamente R$ 2 milhões em cada uma das obras, totalizando R$ 6 milhões.

Presidente da Codego, Renato de Castro (centro), assinou os contratos com os prefeitos de Terezópolis de Goiás, Uilton Pereira dos Santos (à esquerda); de Goianira, Carlos Alberto Andrade Oliveira (centro); e de Jaraguá, Paulo Vitor Avelar (à direita)

A Codego lançou edital com chamamento público e, por meio de uma seleção realizada em parceria com a Goiás Turismo, as cidades de Goianira, Jaraguá e Terezópolis de Goiás foram contempladas. A expectativa é de gerar 400 empregos diretos e indiretos.

O presidente da Codego, Renato de Castro, ressalta que as obras já podem ser licitadas e devem ter início imediato, com prazo de conclusão em até 18 meses. “Lançamos o programa Rota Comercial Turística de Goiás, que está concedendo investimentos para agregar valor aos produtos goianos e estimular o comércio varejista e de bens de consumo, tais como: vestuário e calçados, artesanatos, móveis, eletrodomésticos e informática, dentre outros. Além disso, o Programa irá beneficiar a população com a geração de novos postos de trabalho e a regularização do trabalho informal”, afirma.

Castro destaca que na seleção doa municípios foram levados em consideração as vertentes comercial e turística, o potencial econômico, a localização geográfica do município e a área disponibilizada para a construção do outlet. “Os municípios foram selecionados pelo seu potencial. Jaraguá, por exemplo, tem a BR-153 e toda uma parte comercial pujante; Terezópolis, a BR-060, que é um importante eixo entre Goiânia e Brasília; e Goianira está localizada na região metropolitana de Goiânia, com uma logística propícia para receber o projeto”, diz.

Desenvolvimento Regional
A intenção da Rota é unir em um mesmo traçado o turismo cultural e de lazer com o de negócios, para agregar valor aos produtos fabricados pelos municípios goianos e criar um ambiente favorável para o crescimento.

O prefeito de Jaraguá, Paulo Vitor Avelar, relata que essa é a realização de um sonho antigo dos jaraguenses. O empreendimento será construído na antiga Casego, situada às margens da BR-153, e deve contar com 70 lojas. “Hoje estamos realizando um sonho, que começou lá atrás com a passarela da moda e que, com o apoio do Governo de Goiás e da Codego, estamos conseguindo concretizar”, observa. Segundo o prefeito, em Jaraguá, o outlet deve abrigar 70 lojas atendendo os empresários do município e o programa Rota Comercial Turística de Goiás. “Quero parabenizar o governador Ronaldo Caiado e o presidente da Codego, Renato de Castro, e sua equipe pela iniciativa. Já lançaremos a licitação para contratar uma empresa especializada, e muito em breve estaremos inaugurando o empreendimento”, conclui.

Na avaliação de Uilton Pereira dos Santos, prefeito de Terezópolis de Goiás, a construção de um outlet representa desenvolvimento para a cidade. “No nosso município teremos uma estrutura voltada para a gastronomia, que é tão rica em nossa cidade. É uma inovação que, com o aval do governador Ronaldo Caiado, e conduzido pelo Renato de Castro, contribuirá imensamente para elevar nosso município para outro patamar”, ressalta. “Esse é um corredor muito importante, que recebe um alto fluxo de Goiânia, Anápolis e Brasília. Cresceremos muito com esse projeto”, destaca.

Carlos Alberto Andrade Oliveira, prefeito de Goianira, agradeceu o governador Ronaldo Caiado e o presidente da Codego, Renato de Castro, pelo investimento de R$ 2 milhões no município. “Os nossos cidadãos foram contemplados e com o programa poderemos gerar mais negócios e ainda mais emprego para a nossa cidade”, afirma.

Como contrapartida, os municípios deverão disponibilizar o terreno com no mínimo 3.000 metros quadrados para abrigar ao menos 35 lojas, além do aporte de 5% do total investido pela Companhia e capacitação dos trabalhadores em plataformas de vendas on-line. Outras duas Prefeituras que se inscreveram e participaram do processo foram desclassificadas por não terem apresentado documento que comprovasse regularidade junto ao Cadastro Informativo de Créditos não Quitados do Setor Público Federal (Cadin).

Participaram da assinatura, nesta quarta-feira, o presidente das Centrais de Abastecimento de Goiás (Ceasa), Lineu Olimpio; o chefe de gabinete da Codego, Renato Nunes; os diretores técnico, Fabiano Lopes, e administrativo, Jairo Pacheco; e o assessor da Presidência, João Bosco Rosa.

Foto: Codego

Comentários