Educação

Em debate no MEC secretária da Educação apresenta ações de Goiás para garantir o ensino-aprendizagem

Como já ocorre desde o início do mês de agosto, o Ministério da Educação (MEC) realizou mais um webinário dentro de um ciclo de debates sobre os impactos da pandemia de coronavírus na Educação brasileira

diario da manha

A secretária de Estado da Educação de Goiás, Fátima Gavioli, participou do evento e falou sobre o trabalho que tem sido desenvolvido no estado e que tem permitido a continuidade do processo de ensino e aprendizagem na rede pública estadual em meio ao enfrentamento da pandemia de Covid-19. Fátima Gavioli representou o Conselho Nacional de Secretários da Educação (Consed).

Os eventos são realizados sempre às quintas-feiras e prosseguem até o final do mês de outubro. Nesta edição, o encontro virtual teve como tema “Ensino Híbrido: limites e possibilidades”. Os encontros têm a parceria do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), são transmitidos pelo YouTube do MEC e permitem o envio de perguntas e de comentários por meio do chat do canal. A reunião foi virtual e realizada na última quinta-feira, dia 09 de setembro.

Todo o planeta

Em sua fala, a secretária da Educação de Goiás destacou os esforços empreendidos na busca de formas e meios de se dar continuidade à oferta da Educação, desde a suspensão das aulas presenciais em decorrência da pandemia, até à retomada das atividades presenciais em regime híbrido nas escolas, conforme tem sido feito em Goiás. “A nós todos coube buscar e encontrar soluções para a Educação. É muito sério. É um trabalho gigantesco. A pandemia envolve todo o planeta”, afirmou.

Nos destaques, a secretária da Educação de Goiás falou sobre a importância das tecnologias, a essencialidade da conexão à Internet que deve ter continuidade no pós-pandemia e as mudanças implementadas em Goiás para possibilitar que os investimentos na ampliação do acesso à rede mundial de computadores voltassem o foco para o atendimento ao estudante, aos servidores e à comunidade escolar, com prioridade para o aluno em seu acesso aos conteúdos e ao conhecimento.

Entre as ações instituídas durante a pandemia, Fátima Gavioli citou a entrega de chromebooks a todos os estudantes da 3ª série do Ensino Médio e do programa GoiásTec da rede pública estadual, a Internet patrocinada para acesso aos conteúdos do portal NetEscola e o programa Conectar Goiás que destina recursos para as escolas estaduais contratarem Internet de alta velocidade nas suas unidades.

Troca de experiências

Além da secretária estadual da Educação de Goiás, Fátima Gavioli, o 6º webinário do ciclo de debates do MEC sobre os impactos da pandemia na Educação contou com a participação de Fernando Wirthmann, coordenador de Ensino Médio do MEC (mediador); Álvaro José Carneiro, coordenador geral de Tecnologia e Inovação da Educação Básica (expositor); Robert Hawkins, especialista sênior em Educação e política tecnológica do Banco Mundial; e, Wilmara Messa, secretária estadual de Educação e Desporto do Amazonas e diretora do Centro de Mídias de Educação do Amazonas.

De acordo com informações do MEC, o Ciclo de Debates terá, ao todo, 12 encontros com vistas a apresentar diagnósticos e propor soluções que permitam a adoção de medidas articuladas através das trocas de experiências entre os diversos atores sobre as principais questões relacionadas aos impactos da pandemia na Educação.

Leia também:

Comentários