Educação

Caiado participa de congresso científico e repassa R$ 4,8 milhões em fomento à ciência

Iniciativa da Universidade Estadual de Goiás contou com 576 trabalhos submetidos e bateu recorde de inscritos, em 2021. Pesquisadores beneficiados em duas modalidades, Pró-Programas e Pró-Projetos, receberam cartões simbólicos, que representam investimentos na área acadêmica. “Para 2022, já temos previsão orçamentária para promoções e progressões. Enquanto muitos Estados cortam verba do orçamento em relação à pesquisa, nós, em Goiás, a estimulamos cada vez mais”, destaca governador

diario da manha

Durante solenidade em que destinou mais de R$ 4,8 milhões para programas e projetos da Universidade Estadual de Goiás (UEG), nesta sexta-feira (03/12), o governador Ronaldo Caiado também anunciou que pagará progressões para os servidores da instituição a partir do ano que vem. “Para 2022, já temos a previsão orçamentária das promoções e progressões”, afirmou. “Estamos saindo da dificuldade fiscal e recuperando a condição de valorizar os servidores”, complementou.

O anúncio foi feito durante o encerramento do VIII Congresso de Ensino, Pesquisa e Extensão da Universidade Estadual de Goiás (VIII Cepe UEG). Realizado no auditório Mauro Borges, dentro do complexo do Palácio Pedro Ludovico Teixeira, em Goiânia, o evento contou com a participação do reitor da Universidade, Antônio Cruvinel.

“Enquanto muitos Estados cortam verba do orçamento em relação à pesquisa, nós, em Goiás, a estimulamos cada vez mais”, disse Caiado. Para o governador, ela é a única alternativa para superar desafios. “Seja em qualquer área, é fundamental para ajudar a população de Goiás”.

Maior evento organizado pela universidade e já conhecido no meio acadêmico, o Cepe congrega todas as áreas de formação e conhecimento por meio de palestras, simpósios temáticos, minicursos, mesas-redondas, oficinas e apresentações de trabalhos. Em 2021, em razão da pandemia de Covid-19, as ações foram realizadas de forma on-line, com transmissão pelo canal da UEG no YouTube. O tema principal foi: “Desafios e Perspectivas da Universidade Pública para o Pós-Pandemia”

“O governador soube respaldar a universidade para que pudéssemos ter esse aporte para a pesquisa”, disse o reitor da UEG, Antonio Cruvinel. “A decisão de manter o Estado de Goiás como fonte prioritária para fomento da educação deve assegurar para essa universidade, cada vez mais, em um espaço menor de tempo, esta seguridade para avançarmos e crescermos”, completou.

Editais
Dois editais receberam fomento durante o evento. O Pró-Programas, que apoia financeiramente as iniciativas de Pós-Graduação Stricto Sensu da universidade e pesquisadores que necessitam de recursos para execução de trabalhos, o valor global distribuído às 17 frentes ofertadas pela UEG foi de R$ 4.029.163,27. O montante será encaminhado para a aquisição de bens duráveis para pesquisa, bem como para a estruturação e a modernização da aparelhagem dos usuários.

Já o Pró-Projetos, que tem como objetivo apoiar pesquisadores doutores da UEG na execução de iniciativas de pesquisa científica, tecnológica e de inovação, 27 trabalhos foram admitidos em duas modalidades: internos e de Stricto Sensu. O repasse do governo estadual foi de R$ 808.174,45 e a expectativa é de que eles sejam concluídos em um período de 12 meses ou 24 meses.

O secretário-geral de Governo, Adriano da Rocha Lima, parabenizou o governador pelo fomento anunciado e por todas as ações na educação em Goiás. “Não tenho dúvida de que o retorno disso, a médio e longo prazos, vai transformar Goiás como nunca foi transformado. É um dos maiores legados que poderiam ser deixado aqui”, assinalou.

“A presença do chefe do Executivo é um momento histórico da universidade e demonstra que ela retorna às esferas de relevância da sociedade”, pontuou o pró-reitor de Pesquisa e Pós-graduação da UEG, Claudio Stacheira.

Balanço
Em 2021, o VIII Cepe bateu recorde no número de pesquisadores inscritos: 2.450 pessoas. Foram 587 trabalhos submetidos por bolsistas e docentes vinculados às ações da UEG nas áreas de ensino, pesquisa e extensão, contemplando toda comunidade acadêmica. As publicações selecionadas podem ser acessadas no site do evento: www.cepe.ueg.br.

“Vivemos uma situação em que a educação precisa ser estimulada, para as pessoas terem nela uma real perspectiva de mudança de vida”, ressaltou o governador Ronaldo Caiado. Ele se colocou à disposição da comunidade acadêmica para solucionar problemas da UEG, sempre em consonância com as leis e normas constitucionais. “A autonomia universitária será sempre respeitada”, concluiu.

Acompanharam o governador na cerimônia de encerramento do VIII Cepe o pró-reitor de Graduação da UEG, professor Raoni Ribeiro; o pró-reitor de Extensão e Assuntos Estudantis da UEG, professor Fábio Santa Cruz; o prefeito de Monte Alegre, Felipi Campos, representando a Associação Goiana de Municípios (AGM); e o presidente do Conselho Estadual de Educação, Flávio Roberto de Castro.

Ainda estiveram presentes os diretores dos institutos acadêmicos da UEG Michelle Ferreira, Joilson dos Reis, Rodrigo Messias, Sueli Martins; os professores pesquisadores da UEG Dr. Flávio Ayres, Dr. Luciano Ribeiro, Dr. Plauto Carvalho, Dra. Maria Dailza Fagundes, Dra. Renata Carvalho, Dr. Ariovaldo Pereira, Dra. Aracele dos Santos, Dr. Júlio César Meira, Dr. João Carlos Nabout, Dra. Poliene Bicalho, Dra. Marília Vieira, Dr. Ricardo Gonçalves e o Dr. Welington Ranibal.

Fotos: André Saddi

Comentários