Entretenimento

Para reunir, para desapegar

diario da manha

 

Em tempos de fluxo torren­cial de publicidade e lojas de departamento por toda parte, uma onda a se pensar são formas alternativas de consumo. Quantas vezes compramos uma peça de roupa ou acessório por puro impulso e depois olhamos e reparamos: “Nossa, nunca vou usar isso” ou mesmo que use umas poucas vezes, logo já bate aquele desinteresse pela peça adquirida?

Neste momento, o que fazer? A resposta é colocar pra girar, pois provavelmente aquela roupa que por algum motivo não é mais útil para você pode muito bem servir a alguém. Então podemos recorrer à diversidade infinita dos brechós. Lá você pode vender ou trocar suas roupas e acessórios ou encontrar aquele objeto que você tanto que­ria, mas quebraria seu orçamento se fosse de primeira mão.

Para unificar várias opções de desapego, acontece hoje, no gal­pão da Ambiente Skate Shop, o “Encontro de Brechós + desape­go coletivo de Goiânia”. Median­te uma inscrição prévia dos parti­cipantes que apresentaram seus objetos, serão montados no es­paço vários expositores com pe­ças para desapego, podendo ser venda ou troca.

Incontáveis peças são desper­diçadas todos os dias. E devemos lembrar que isso é matéria-pri­ma, recursos naturais, energia e muito trabalho envolvido que vai para o lixo ou esquecimento, sendo que a maior parte das pe­ças ainda estão em perfeitas con­dições de reuso. É hora de pensar em fazer tudo isso girar, passar para frente as roupas que não são mais usadas. Consumir de forma mais consciente e colaborativa.

AQUELA PEÇA NO FUNDO DO ARMÁRIO

Thais dona do Empório Ar­mário Brechó e Suqueria com peça de seu acervo de roupas de qualidade

A geógrafa Thais Moreira toca o Empório Armário Brechó e Su­queria, inovou no ramo de roupas de segunda mão e ele já comple­tou três anos de moda sustentá­vel. Ela criou um local que além de comércio de peças para a re­venda ainda é um espaço para convivência e cultura.

O local investe em roupas de marcas mais conhecidas e con­ceituadas. Roupas e acessórios de alta qualidade que aguentam muito bem um segundo dono para amar e respeitar até enjoar e dar um jeito de passar pra frente.

Thais conta como resolveu co­meçar o negócio “Quando abri o empório. Percebi que a moda é muito padronizada. Por exem­plo, se a moda é usar calça alta. No mercado comum você só vai encontrar calça alta. Procurava roupas diferentes, com design. Ou roupas básicas.”

A comerciante continua: “Em lojas de grife às vezes é possível encontrar algo menos padroni­zado. Mas se paga muito por isso. Sou geógrafa e trabalho viajando. Resolvi conciliar está oportunida­de das viagens e fazer garimpos de peças e assim surgiu o empório”.

Estilo na hora de vestir-se é uma questão de escolha, mas pensar o consumo de forma consciente é uma responsabilidade. Não quer mais? Desapega. Está sem grana para comprar aquela peça cheia de estilo procure uma alternativa mais acessível, aquela loja que nunca sai de moda, o bom e velho brechó.

ENCONTRO DE BRECHÓS + DESAPEGO COLETIVO DE GOIÂNIA

Quando: domingo, 10 de de­zembro

Onde: Rua 3, n 84, centro. (gal­pão da ambiente skate shop)

goiania-go 74030071

Que horas: das 14hs às 20hs

Entrada gratuita para o público visitante

 

Comentários

Mais de Entretenimento

9 de julho de 2019 as 11:36

Cuphead vai se tornar série na Netflix

25 de maio de 2019 as 19:51

Atriz Lady Francisco morre no Rio