Entretenimento

Deixa enrolar

diario da manha

Uma onda que anda em alta é manter a textura natural dos ca­belos. A ditadura dos cabelos lisos tem encontrado resistência na figu­ra de muitas cacheadas. Até o mer­cado já começou a compreender que produtos para manter os cabe­los saudáveis e naturais precisam de espaço nas prateleiras.

A ideia mais disseminada é que cabelos crespos e cacheados dão muito mais trabalho que os li­sos. Mas isso não é propriamen­te verdade, a questão é que os tra­tamentos para cabelos cacheados não são tão conhecidos.

Um processo que pra gente re­presenta limpeza e renovação é la­var os cabelos para que produza muita espuma. Após a lavagem dos cabelos, ao passar a mão pelas ma­deixas, sentir aquela textura meio elástica e faz o mesmo barulho que rola quando a gente passa a mão sobre a superfície de um balão. Aí se pensa: “Pronto, agora está limpo”.

O fato é que isso é um exces­so que pode prejudicar o cabe­lo, pois para chegar nesse estado de “limpeza” toda a proteção na­tural do cabelo cai no ralo junto com a espuma. Para cabelos ca­cheados ainda tem que conside­rar que eles são mais ressecados que os lisos. O ressecamento se deve ao formato de “mola” que não permite que os óleos naturais se espalhem pelo fio até a ponta.

Agora que as cacheadas es­tão tomando seu lugar no mun­do, os processos de cuidados ca­pilares têm que englobar tudo isso. Uma técnica tem sido larga­mente utilizada, o no/low poo. Os termos significam a redução ou extinção do uso de shampoo nos cabelos cacheados.

O MÉTODO

A técnica ensina a usar produtos de higiene capilar menos agressivos, que não causem danos ao fio, dei­xando eles saudáveis de verdade. O caso é que um cabelo crespo pode parecer saudável por fora, hidratado por causa dos cremes para pentear, mas estão danificados muitas vezes.

Outro ponto nessa técnica é não utilizar petrolatos nos cui­dados capilares, como produtos que contenham parafina, óleo mineral ou vaselina. Excluir es­sas substâncias deixa os cabelos mais leves e permite que nutrien­tes necessários sejam absorvidos pelos fios. E outra: ao usar esse tipo de produto cria a necessi­dade de usar um shampoo mais “agressivo” para tirar os resíduos.

A substância que deve ser en­contrada no shampoo comum e ser abolida nesse método é o sul­fato. O sulfato é um tipo de deter­gente muito presente na composi­ção de shampoos. Esta substância, em altos níveis, desengordura além do necessário e danifica a cutícula do fio. Assim, o cabelo perde maleabilidade, elasticida­de, brilho e força.

Outra substância a ser evitada são os silicones, pois os produtos para low poo não conseguem reti­rar muito bem este tipo de produ­to. Por isso, antes de começar com a técnica deve-se realizar uma últi­ma lavagem com um produto que contenha sulfato, para limpar tudo e começar do zero.

Vamos falar um pouco do no pow, que significa não usar ne­nhum shampoo. Nesse caso lavar o cabelo apenas com condiciona­dor é o método utilizado, também chamado de co wash. Se essa for a escolha, os silicones são termi­nantemente proibidos, pois eles só saem do couro cabeludo com o uso de shampoo.

Essas dicas estão no livro Curly Girl, da autora Lorrai­ne Massey, uma especialista em cabelos crespos e cachea­dos. Ela resolveu produzir esse manual para as cacheadas por conta da sua experiência pessoal com seus fios. Como ela não en­contrava quem a ajudasse com seus cachos, vivia refém dos ali­samentos. Até que resolveu ela mesmo estudar os fios encara­colados e escrever o livro.

 

 AQUI VAI UMA LISTINHA DE SULFATOS QUE GERALMENTE SÃO ENCONTRADOS NO SHAMPOO PARA SEREM EVITADOS. CLARO QUE NÃO DÁ PRA DECORAR. ANOTE TUDO E CONFERE QUANDO FOR COMPRAR PRODUTOS CAPILARES:

Sodium Lauril Sulfate (Sodium Lauryl Sulfate – SLS) – Lauril Sulfato de Sódio;

Sodium Laureth Sulfate (Sodium Lauryl Ether Sulfate – SLES) – Lauril Éter Sulfato de Sódio;

Ammonium Laureth Sulfate (ALES) – Lauril Éter Sulfato de Amônio;

Ammonium Lauryl Sulfate (ALS) – (Lauril Sulfato de Amônio ou Dodecil Sulfato de Amônio);

Sodium Trideceth Sulfate (também comercializado como Sulfato de Sódio Polioxietileno Tridecil; Sulfato de Sódio Éter Tridecilico; Sódio Tridecil Trioxietil Sulfato);

Sodium Myreth Sulfate (Miristil Éter Sulfato de Sódio);

Sodium Coco/Cocoyl Sulfate (Sulfato de Sódio Coco);

Sulfonato de Sódio Olefina C14-16 (C14-16 Olefin Sulfonate);

TEA Lauril Sulfato (TEA Lauryl Sulfate);

TEA Dodecilbenzenosulfonato;

Sodium Cocoyl Glycinate;

Alquilbenzeno Sulfonato de Sódio (Sodium Alkylbenzene Sulfonate);

Ammonium Xylene Sulfonate;

Methyl Cocoyl / Lauril Taurate;

Sodium Xylene Sulfonate;

Dioctyl Sodium Sulfoccinate;

Sodium Cocyl Isethionate;

Sodium Lauryl Sulfoacetate;

Sodium Lauryl Glucose Carboxylate;

Sodium Socoyl / Lauryl / Lauroyl Sarcosinate;

Ehtyl PEG-15 Cocamine Sulfate.

 

tags:

Comentários

Mais de Entretenimento

9 de julho de 2019 as 11:36

Cuphead vai se tornar série na Netflix

25 de maio de 2019 as 19:51

Atriz Lady Francisco morre no Rio