Entretenimento

Empresário que pedia R$10 milhões na justiça contra Gusttavo Lima, perde a causa

A defesa do empresário disse que, por contrato, Rafael Carvalho teria direito a 6,69% de tudo que Gusttavo lima ganhasse, seja em shows ou em publicidade, mas não recebeu a multa pela rescisão e nem os valores correspondentes à sua parte

diario da manha

O empresário Rafael Carvalho, entrou com um processo contra o cantor Gusttavo Lima, no inicio de 2013, pedindo uma indenização, alegando que tinha direito a parte do que o cantor ganhava.

A defesa do empresário disse que, por contrato, Rafael Carvalho teria direito a 6,69% de tudo que Gusttavo Lima ganhasse, seja em shows ou em publicidade, mas não recebeu a multa pela rescisão e nem os valores correspondentes à sua parte.

O empresário alega que teve quebra de contrato e danos morais e pediu na justiça a indenização de R$: 10 milhões de reais. Um ano depois da instauração do processo, houve uma audiência de conciliação entre as duas partes, mas que não tiveram um acordo.

Os advogados do cantor Gusttavo Lima, que estava sendo alvo de um processo na Justiça, que pedia o pagamento de uma multa no valor de R$: 10 milhões de reais ao empresário Rafael Carvalho, tiveram uma decisão favorável. Mas que segue em segredo de Justiça na 15ª Vara Cível de Goiânia.

“É uma decisão provisória, na qual houve apenas uma sentença de primeiro grau de jurisdição, a qual não se coaduna com toda a vasta prova documental e produzida nos autos, e será objeto de recurso”, disse o advogado Maurício Vieira, que representa a outra parte na ação, o empresário Rafael Carvalho.

*Com Informações via G1

Leia Também

Comentários