Entretenimento

Âncora apresenta jornal cercado por membros do Talibã armados; assista

Sete membros do Talibã invandiram a emissora de televisão do país e se posicionaram atrás do jornalista.

diario da manha

O âncora de um jornal do Afeganistão teve que apresentar o noticiário de uma forma diferente do que estava acostumado. Sete membros do Talibã invadiram a emissora de televisão do país e se posicionaram atrás do jornalista.

O vídeo viralizou na internet nesta semana e gerou críticas ao grupo. Visivelmente nervoso, o apresentador Mirwais Haidari Haqdoost foi obrigado pelos Talibãs a dizer que as pessoas não tivessem medo.

Além disso, pediu para que elas cooperassem com o grupo que tomou o poder no país. Na ocasião, o âncora entrevistava um comandante do Talibã chamado Qari Samiullah.

Leia também: Repórter da Globo se assusta ao vivo com barulho de explosão em Araçatuba; assista

O âncora questionou sobre as “alegações que o Talibã ainda faz às pessoas, mas há críticas que há uma diferença entre palavras e ações do Talibã. O povo demanda que esses compromissos e ações do Talibã sejam os mesmos”.

Vários profissionais da imprensa se revoltaram com a situação do colega, como a da BBC Yalda Hakim, que compartilhou as imagens em suas redes sociais.

“É assim que se parece um debate político agora na TV afegã, com soldados do Talibã vigiando o apresentador. O apresentador fala sobre o colapso do governo Ghani e diz que o Emirado Islâmico diz que o povo afegão não deve ter medo do #Afeganistão”, escreveu.

Leia também: Com covid-19, cantor Erasmo Carlos é internado no Rio

“Isso é surreal. Militantes do Talibã estão posando atrás deste apresentador de TV visivelmente petrificado com armas e fazendo-o dizer que o povo do #Afeganistão não deve ter medo do Emirado Islâmico. O próprio Talibã é sinônimo de medo nas mentes de milhões. Esta é apenas mais uma prova”, comentou o jornalista iraniano Masih Alinejad.

Comentários