Entretenimento

Twitter, Instagram, Facebook e YouTube suspendem contas de Allan dos Santos por ordem judicial

O bloqueio atende a uma decisão do ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal.

diario da manha

O blogueiro bolsonarista Allan dos Santos teve suas páginas e as do seu site, Terças Livres, retiradas do ar nesta semana. Dentre as redes sociais, o Twitter, Instagram e o Facebook foram suspensos.

O bloqueio atende a uma decisão da semana passada, do ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal.

Allan dos Santos é investigado no inquérito que apura a disseminação de fake news, ameaças a autoridades e atuação de uma milícia digital que ataca as instituições.

Leia também: ‘Decidi não me vacinar contra covid’, diz Bolsonaro, contrariando autoridades

Além disso, o canal ‘Terças Livres’ no YouTube também foi removido da serviço de vídeos. De acordo com a plataforma, o cumprimento é “a uma decisão proferida em processo judicial que está sob segredo de justiça”.

Dois perfis no Twitter sua conta pessoal e a do seu canal, foram derrubados na última sexta-feira (8). “O Twitter bloqueou as contas para atender a uma ordem judicial proveniente do Supremo Tribunal Federal (STF)”, informou a rede social.

Leia também: Coldplay é confirmado no Palco Mundo do Rock in Rio 2022; confira as atrações já anunciadas

Comentários