Entretenimento

Cantor Leonardo vence processo aberto por compositor da música 'Pense em Mim'

O compositor pedia na Justiça de São Paulo o pagamento de eventuais diferenças de direitos autorais não pagos pelo cantor

diario da manha

O cantor sertanejo Leonardo conseguiu decisão favorável no processo aberto contra ele e gravadoras pelo compositor Mário Soares, um dos autores da música ‘Pense em mim’, que projetou a dupla para o sucesso nacional nos anos 1990. Ainda cabe recurso da decisão.

O compositor pediu na Justiça de São Paulo o pagamento de eventuais diferenças de direitos autorais não pagos pelo cantor, o que foi negado pelo juiz Artur Martinho de Oliveira Júnior, em sua decisão, último dia 25 de fevereiro.

Segundo a decisão, há provas no processo de que foi assinado um contrato entre os autores da música e a gravadora de Leonardo em maio de 1990, com firmas reconhecidas. O contrato previa ainda que, em contrapartida, que os autores receberiam 75% do proveito econômico da exploração da obra no Brasil e a editora, os outros 25%. Por consequência, o juiz deu causa ganha ao artista.

Ele argumentou também que Leonardo é o intérprete das músicas e, como tal, possui direitos autorais conexos, em contrapartida de sua interpretação, de ter dado voz e impulsionado, com seu sucesso, as músicas compostas pelo autor e seus parceiros compositores.

A música foi lançada em janeiro de 1990 no álbum Leandro e Leonardo Volume 4. Segundo o processo, o CD vendeu 3,1 milhões de cópias no Brasil. Os irmãos nasceram em Goianápolis (GO) e formaram dupla nos anos 1980. O sucesso veio na década de 1990 com a música “Pense em Mim”, entre gravações. Ainda de acordo com o processo, sua composição ocorreu em 1985, em São Vicente (SP) por Mário Soares, Douglas Gomes da Silva e José Ribeiro da Silva, a principio com o título ‘Com Destino à Felicidade”.

A decisão ressalta que os autores autorizaram a respectiva utilização, nos álbuns “Amigos”, lançados em 1998 e em 2019. Nesse período, os compositores receberam, só pela exploração da obra, nos últimos cinco anos, valor superior a R$ 350 mil. Não foi possível a localização da defesa do compositor para que se posicione sobre o caso. Já a assessoria do cantor ainda não se manifestou sobre o assunto.

Segundo informações do G1

Leia também:

Comentários