Esportes

Jogador mais velho de Goiás faz planos na carreira

diario da manha
Meia Edinho atua pelo Monte Cristo, aos 47 anos de idade (Cristovão Matos)

Da redação
Jogador mais velho do futebol goiano na atualidade, o meia Edinho, 47 anos, ainda quer seguir no futebol profissional, nem que para isso continue superando o preconceito. O atleta esteve no Diário da Manhã, local onde, curiosamente, trabalhou, no final da década de 80.
“Em 1989, eu cheguei para ser entregador de jornal aqui no DM. Aliás, nós tínhamos até um time, que disputava alguns torneios amadores e eu joguei”, contou o experiente jogador.
Edinho foi formado nas categorias de base do Goiás, na década de 80, depois ainda passou pela Anapolina e Sobradinho/DF, mas, à época, acabou não realizando o sonho de se profissionalizar.
O primeiro contrato profissional só foi firmado em 2008, aos 41 anos, no Monte Cristo. Apesar disso, Edinho afirmou ter sido alvo de preconceito pela idade: “É muito difícil achar espaço, os treinadores e diretores não querem correr riscos. Ano passado eu cheguei até a conversar com o Novo Horizonte, mas o presidente até me pediu desculpas, falando que o meu perfil não se encaixava no planejamento”, concluiu.
O sonho de entrar em campo em um jogo profissional só foi realizado em 2013. Na última rodada do Campeonato Goiano da Terceira Divisão, Edinho foi o camisa 10 do Monte Cristo na goleada sofrida para o Novo Horizonte (8 a 1).
Aguardando o torneio deste ano, Edinho estuda um empréstimo para participar do Campeonato Tocantinense.

Comentários

Mais de Esportes