Esportes

O campeão voltou

diario da manha
Martelotte estava sem clube desde o ano passado, quando deixou o América-RN (cristóvão matos)

Diretoria do Dragão deve anunciar, hoje, o retorno do técnico Marcelo Martelotte, que conquistou o título em 2014

Zeca Filho Da editoria de Esportes

O Atlético está prestes a anunciar o novo técnico para o restante da temporada de 2015. Na verdade, não é tão novo assim. A diretoria de futebol ainda não confirmou, mas Marcelo Martelotte deve retornar ao comando do Dragão. O treinador é o atual campeão do Campeonato Goiano, com o mesmo Atlético. Adson Batista trabalhava, também, com o nome de Gilmar Dalposo. Porém, o interesse do Avaí, além de questões financeiras, emperraram as negociações.
Em 2014, Martelotte comandou o rubro-negro por cinco meses. No período, teve altos e baixos. Apesar do título do Campeonato Goiano, a campanha irregular na primeira parte do Brasileiro Série B fez o técnico deixar o Atlético. Os atrasos salariais também potencializaram a saída do treinador, antes do início da Copa do Mundo de 2014.
Após a saída do Dragão, Marcelo Martelotte ainda comandou o América-RN na Serie B de 2014. A rápida passagem durou apenas quatro jogos. Sem nenhuma vitória, foi demitido da equipe potiguar em outubro, com dois empates e duas derrotas. De lá para cá, o treinador está sem clube. Martelotte tem ação movida contra o rubro-negro devido a atrasos salariais na primeira passagem. Para a chegada ao Dragão, a dívida deve ser renegociada. A duração e os valores do contrato ainda não foram divulgados pela diretoria atleticana. A apresentação deve ocorrer nessa semana.

título e polêmicas
Após se salvar do descenso na Série B de 2015. O Atlético contratou Marcelo Martelotte para remontar o elenco e trazer de volta a autoestima do clube atleticano. Após um início irregular, o Dragão chegou ao título do Goianão 2014. O histórico gol de Lino, aos 48 minutos do segundo tempo da grande final, deu a Martelotte o seu segundo título como treinador, o décimo terceiro do rubro-negro.
No Brasileiro Série B, o Atlético não conseguiu emplacar. Os vários empates e as más atuações dentro do Serra Dourada deixaram a cúpula atleticana descontente. Foi aí que começaram as polêmicas. O então vice-presidente, Jovair Arantes foi a público para criticar a equipe e também Marcelo Martelotte: “Por mim, eu já tinha demitido. Não conseguimos vencer em casa, o time não tem uma jogada ensaiada. Ganhou o Campeonato Goiano na sorte, porque naquele campeonato tão ruim qualquer um daria conta de levar o time… Mas não dá mais, se ele não sair, saio eu. Isso cansa a gente, é decepção atrás de decepção”, criticou Jovair, à época, após o empate (0 a 0) com o Joinville, no Serra Dourada.
Sem clima, com salários atrasados e o time em má fase, Martelotte deixou o Atlético após a derrota para o Icasa (1 a 0), em Juazeiro do Norte, no dia 31 de maio de 2014. Para o seu lugar, Hélio dos Anjos foi contratado. Em sua primeira passagem, foram 31 jogos no comando do Dragão, com 13 vitórias, 10 empates e 8 derrotas. 52,6% de aproveitamento.

 

Comentários

Mais de Esportes