Esportes

Prêmio do oportunismo

diario da manha

Esmeraldino leva pressão em Anápolis, mas encaixa contra-ataques no final e sai de campo vitorioso

A Anapolina ficou com os melhores momentos e o Goiás ficou com a vitória. Essa foi a tônica da partida de ontem no Estádio Jonas Duarte. A Xata pressionou durante boa parte do jogo, mas pecou nas finalizações e levou dois gols após os 43 minutos do segundo tempo, com o atacante Bruno Henrique e o meia Felipe Menezes, engatando a quarta vitória consecutiva do esmeraldino na competição.

O resultado deixou o Goiás em uma situação bastante tranquila na liderança do Grupo B, com 24 pontos. Já a Anapolina continuou distante do pelotão de classificação da chave, na quarta colocação, com 16 pontos.

O esmeraldino volta a jogar na quarta-feira (25), às 22h, em um confronto direto pela liderança da chave, contra a Aparecidense, às 22h, no Estádio da Serrinha. Já a Rubra folga na rodada de meio de semana e só volta a campo no domingo (29), para enfrentar o Goianésia, fora de casa, no Estádio Valdeir José de Oliveira, às 16h.

 

O Jogo

Jogando em casa, com a maioria da torcida no Estádio Jonas Duarte, a Anapolina começou impondo o seu ritmo de jogo e teve a primeira grande chance, logo aos quatro minutos. Em falta da meia esquerda, o lateral direito Marcelo bateu bem e Renan teve que se esticar para desviar com a ponta dos dedos. A bola bateu na trave e, no rebote, foi cabeceada pelo atacante Viola, que mandou caprichosamente no travessão.

O Goiás tentava, aos poucos, também sair para o campo de ataque, mas era a Rubra quem levava perigo. Aos 16 minutos, o atacante Pedro Oldoni recebeu de costas, girou, passou por três marcadores e quase fez um golaço. No entanto, a finalização saiu errada, acima do gol.

A Xata chegou mais uma vez aos 23 minutos. Viola foi lançada na grande área, saiu cara a cara com Renan, mas hesitou na frente do goleiro esmeraldino, e bateu de esquerda, em cima do arqueiro.

Mais neutralizado na defesa, o Goiás conseguiu sair um pouco mais para o jogo e chegou duas vezes com perigo com o atacante Danilo, ex-jogador da Anapolina. Na segunda, aos 39 minutos, ele lançou o companheiro Ruan e correu para o segundo pau. Após devolução aérea, o atacante pegou de primeira, e mandou à direita do gol defendido por Thiago.

O primeiro tempo se encerrou com mais uma investida esmeraldina, dessa vez com o meia Felipe Menezes, que chutou rasteiro, de fora da área, mais uma vez para fora.

Na volta para a segunda etapa, o técnico Gilberto Pereira promoveu a entrada de Marquinho no lugar de Leandro. A Xata continuava mandando na partida. Marcelo, em cobrança de falta, bateu forte e esquentou as mãos de Renan, aos sete minutos.

Aos 13 minutos, a Rubra puxou um forte contra-ataque com Viola. O atacante saiu em velocidade pela ponta esquerda e inverteu para Felipe Brisola. O meia tinha a opção do passe para Felipe Baiano, que entrava livre na área, mas preferiu o chute e disparou para fora.

O Goiás conseguiu responder apenas aos 20 minutos. Ruan ganhou jogada na ponta direita, evitou a saída de bola e cruzou rasteiro para Érik. O garoto de ouro da Serrinha, dominou e bateu em cima de Thiago, que fez a defesa.

Precisando da vitória para se aproximar do pelotão dos classificados do Grupo B, a Anapolina partiu para cima para tentar a vitória a qualquer custo e acabou pagando caro por isso. Em um contra-ataque mortal, Felipe Menezes dominou na intermediária e enfiou bola para Bruno Henrique. O atacante não pipocou e deslocou o goleiro, para abrir o placar, aos 43 minutos.

Para sacramentar a vitória, dois minutos depois, Felipe Menezes recebeu na intermediária, puxou para a perna esquerda e bateu rasteira, sem chance para o goleiro Thiago, finalizando o placar. O meia esmeraldino ainda foi protagonista na expulsão do volante Jhonathan, no final do jogo.

Comentários

Mais de Esportes