Esportes

Comitê local transfere provas de piscina

Da redação

diario da manha

 

A saída do parque aquático Julio De Lamare dos Jogos Olímpicos foi confirmada, ontem, pelo presidente do Comitê Rio 2016, Carlos Arthur Nuzman, durante o último dia de reuniões promovidas pelos membros do Comitê Olímpico Internacional (COI) para revisão dos projetos. O motivo da retirada foi a demora no início das obras por causa das indefinições no contrato da concessionária que administra o complexo do Maracanã. O novo local das partidas preliminares do polo aquático ainda não foi confirmado, mas, por conta do calendário, a opção que mais se encaixa é Deodoro.

A fase inicial da modalidade está marcada para o período entre 6 e 14 de agosto. Haverá conflito de datas nas outras arenas que aparecem como opção, no Parque Olímpico da Barra da Tijuca. O parque aquático Maria Lenk será ocupado pelos saltos ornamentais e o nado sincronizado entre os dias 7 e 20 de agosto.

O estádio aquático receberá a natação entre os dias 6 e 13. A fase final do polo aquático será no próprio estádio equático, entre os dias 15 e 20.

Comentários

Mais de Esportes