Esportes

Envergonhado

Presidente Joseph Blatter comentou as prisões de dirigentes da entidade e admite imagem arranhada do futebol

diario da manha

 

Da Agência Brasil

O presidente da Federação Internacional de Futebol (Fifa), Joseph Blatter, disse, em Zurique, na Suíça, que as denúncias de que alguns dos principais dirigentes da entidade são suspeitos de envolvimento em um esquema milionário de corrupção trouxe “vergonha e humilhação” para o esporte mundial.

Ao discursar durante a abertura do 65º Congresso da Fifa, evento durante o qual será escolhido o próximo presidente da entidade e no qual ele próprio disputa seu quinto mandato, Blatter foi categórico e alertou: “Vêm aí mais más notícias”.

“Muito mais tem que ser feito para garantir que haja ética no futebol e no esporte. Temos que dar resposta aos fãs. Temos a oportunidade de começar a mudança e recuperar a confiança (da opinião pública)”, declarou Blatter, cujo nome não está entre os dirigentes já indiciados pela Justiça dos Estados Unidos.

O suíço procurou se isentar da responsabilidade pelas ações dos principais acusados pelas autoridades norte-americanas e presos pela polícia suíça, na quarta-feira (27). “Não posso vigiar todos os membros da nossa família no mundo”, defendeu-se, antes de voltar a garantir que a federação está cooperando com as autoridades responsáveis por apurar as suspeitas.

 

Uefa

O presidente da União das Federações Europeias de Futebol (Uefa), Michel Platini, pediu a demissão do presidente da Federação Internacional de Futebol (Fifa), Joseph Blatter. Platini afirmou ter ficado “enojado e desiludido” com as suspeitas de corrupção que envolvem alguns dos principais dirigentes da Fifa.

Às vésperas da eleição em que Blatter disputa seu quinto mandato à frente da principal entidade do futebol mundial, Platini disse que “a maioria das associações” vinculadas à Uefa vão votar no candidato adversário, o príncípe jordaniano Ali bin Al Hussein.

Platini disse ter pedido a Blatter que se demita do cargo e que, como resposta, o suíço disse ser “demasiado tarde” para isso. Platini afirma ter decidido fazer campanha para Al-Hussein.

“Antes dos acontecimentos desta semana, talvez não (o fizesse), mas agora, com o que aconteceu, acho que Blatter pode ser derrotado”, disse Michel Platini.

Comentários

Mais de Esportes