Esportes

Jornal afirma que Conmebol abriu mão de vaga

Da Redação

diario da manha

 

A demora da Conmebol em anunciar a punição ao Boca Juniors, no último sábado, tem explicação. De acordo com o jornal espanhol AS, na longa reunião, para decidir o castigo ao clube argentino, a confederação sul-americana aceitou abrir mão da quinta vaga do continente na Copa do Mundo de 2018 para aplacar a Fifa, que exigia uma sanção pesada aos xeneizes.

Segundo o diário, o anúncio oficial será no dia 29 de maio, durante um congresso da Fifa. Caso a mudança seja confirmada, o quinto lugar das eliminatórias sul-americanas não disputará mais uma repescagem para garantir vaga na Copa, algo que já era especulado há alguns anos na entidade, por pressão da Uefa. A Concacaf ou a Ásia podem herdar a vaga.

A Conmebol teria agido desta maneira para evitar que o Boca fosse punido e ficasse anos sucessivos sem disputar competições continentais, o que acarretaria prejuízo econômico à entidade. A ideia da Fifa era eliminar os xeneizes dos próximos cinco torneios sul-americanos que o clube disputasse no futuro.

No fim das contas, o episódio em que jogadores do River foram atacados com gás de pimenta ao se dirigirem para o gramado custou ao Boca a eliminação na atual Libertadores e uma multa de 200 mil dólares (cerca de R$ 600 mil). Além disso, o time terá de jogar as quatro próximas partidas continentais com mando de campo em portões fechados e outras quatro como visitante sem direito a ingressos.

Comentários

Mais de Esportes