Esportes

Por opção, Dragão recebe Botafogo em Brasília

Alvaro de Castro,Da editoria de Esportes

diario da manha

 

O Atlético recebe hoje o Botafogo pela 3ª rodada do Campeonato Brasileiro Série B. Apesar de mandante, o Dragão vai jogar em Brasília. A diretoria atleticana vendeu o mando de campo para uma empresa da capital federal. A intenção é colocar mais de 15 mil pessoas na arena. A quantia que o rubro-negro vai receber não foi divulgada. A partida acontece no Estádio Mané Garrincha, às 16h30.

O time já está no Distrito Federal desde a noite de quinta-feira, Martelotte optou por antecipar a viagem para poder preparar o time no local de jogo. A tendência é que o time tenha algumas mudanças para a partida. Lino segue fora por contusão, Marcus Winícius se mantém no miolo de zaga. Éder não agradou e pode dar lugar para Murilo, que já ficou como opção na Copa do Brasil. Pedro Bambu também é nome quase certo no time titular. Aílton e Arthur retornam. Juninho e Ayrton disputam a última vaga no ataque rubro-negro.

Aílton, titular do time atleticano, retorna à equipe após não atuar diante do América-RN, por já ter jogado a Copa do Brasil pelo Capivariano-SP. Focado na Série B, o meia frisou: “Temos que ter cautela, vai ser um jogo difícil, o Botafogo é uma bela equipe. Se fizermos uma boa partida, com muita marcação e contra-ataques rápidos, podemos voltar com os 3 pontos ganhos”, comentou.

Ainda falando da vocação ofensiva dos times do técnico botafoguense, Renê Simões, Aílton falou: “Não tive a oportunidade com ele (Renê Simões), porém já tive a possibilidade de conversar. Sei que ele gosta de formar times ofensivos, que ficam com a bola e agridem bastante o adversário, sempre buscando o gol. Temos todas as condições de jogar de igual para igual com o Botafogo, cabe a nós dentro de campo sabermos como lidar com a pressão deles”, finalizou.

Depois de longo tempo afastado do time atleticano, Sergio Manoel voltou à equipe no último jogo do Dragão. Ainda usando uma máscara, devido à fratura no rosto, o volante comentou o retorno aos gramados: “Treinei bastante, mas no jogo é diferente, é outra adrenalina. Faltou ritmo, questão de domínio e passe. Tenho que passar por cima disso, logo estarei voltando ao padrão normal de desempenho”, ressaltou. Após o retorno, o volante teve que lidar com o grande número de jogadores que atuam na mesma faixa de campo.

 

Botafogo

Após buscar o empate no primeiro jogo da 3ª fase da Copa do Brasil – 2 a 2 com o Figueirense, fora de casa – o Botafogo muda o foco para a Série B. Com 100% de aproveitamento na Segundona até o momento, o alvinegro conta com o apoio da torcida para chegar ao resultado positivo em Brasília. Para chegar aos 3 pontos, Renê Simões vai promover algumas alterações.

Pedro Rosa, Guilherme Camacho e Lulinha entram nas vagas de Carleto, Aírton e Rodrigo Pimpão, respectivamente. A intenção do treinador é colocar jogadores que não estejam em uma sequência de jogos tão intensos. Daniel Carvalho também começa a partida.

jogo2

Comentários

Mais de Esportes