Esportes

Basta de empates

diario da manha

Alvaro de Castro,Da editoria de Esportes

Após três empates seguidos, o Atlético volta ao Serra Dourada para tentar retornar ao caminho das vitórias. A partida diante do Ceará é decisiva para as pretensões atleticanas na Série B. O jogo acontece no Estádio Serra Dourada, às 16h30.  Apesar de não ter vitórias há algumas rodadas, o Dragão defende a invencibilidade de 7 jogos sem derrota. O duelo é marcado pela igualdade. Em 12 jogos, são 4 vitórias para cada lado, além de outros 4 empates.

No 1º turno, a equipe atleticana, ainda comandada por Marcelo Martelotte, foi facilmente derrotada pelos Vovô (2 a 0), no Estádio Presidente Vargas. Na tabela de classificação, o Atlético está fora da zona de rebaixamento, porém, perigosamente na 15ª colocação, com 24 pontos, um a mais do que o Boa Esporte, primeiro clube no Z-4. O Ceará tem situação mais complicada e aparece na 19ª posição, com 17 pontos ganhos.

Gilberto Pereira não vai poder contar com uma de suas principais peças. Como era esperado, Junior Viçosa não vai para a partida. O centroavante ainda se recupera de uma contratura muscular e vai ficar de fora. Para o seu lugar, Weverton deve ser o escolhido para fazer dupla de ataque com Arthur. Os dois atletas se conhecem dos tempos de Londrina, quando atuaram juntos.

Fora isso, o Atlético conta com o retorno de Éder, após cumprir suspensão. Willie e Washington disputavam a última vaga no meio-campo, entretanto, a tendência é que Willie seja mantido ao lado de Jorginho na armação.

Sem poder contar com a sua principal arma ofensiva e ídolo da torcida, Gilberto Pereira mostra total confiança no elenco atleticano: “Temos que preservar o atleta, não posso arriscar perder ele por muitos jogos. Não é uma lesão grave, então vamos poupar visando o restante do campeonato. O time muda as características sem o Viçosa, a minha opção é por mudar para dar mais velocidade e ajuda ao Arthur. O Weverton já jogou junto com o Arthur. Temos o Geraldo também como opção, Washington e Juninho, é importante que todos tenham confiança para entrar no time”, comentou.

Ainda sobre as dificuldades do jogo e a expectativa do retorno às vitórias, Gilberto frisa: “Temos que encarar os jogos como decisões. Nosso objetivo é buscar a vitória, temos uma sequência de empates, queremos evitar isso. Não mudei muito a equipe para buscar uma regularidade. O Ceará vem em uma crescente, é um time perigoso. Eles têm a possibilidade do poder financeiro, foram buscar jogadores na Série A. Cabe ao Atlético buscar a vitória, o empate só é bom quando aparecem junto com vitórias”, finalizou.

 

Ceará

Com duas vitórias nos últimos 2 jogos, o Ceará corre contra o tempo para se salvar do rebaixamento. A equipe comandada por Marcelo Cabo conseguiu novo ânimo com as boas partidas da últimas rodadas. O time venceu a Copa do Nordeste de 2015 e de lá para cá vem colecionando frustrações. Para tentar sair dessa situação incômoda, mais de 10 jogadores foram contratados. A principal esperança do clube está depositada no atacante Júlio César, que chegou no início de agosto.

Comentários

Mais de Esportes