Esportes

Vitória jurídica e esportiva

diario da manha
Tito (E) obteve efeito suspensivo e marcou dois gols no jogo. Meia Tomas Bastos (D) definiu a vitória do Dragão(FOTO:ANDRÉ COSTA)

O Atlético estreou na Série B com vitória de virada sobre o Criciúma, na noite de ontem, no Estádio Olímpico. E a vitória co­meçou às 16h, quando o jurídico do clube conseguiu liminar que pos­sibilitou ao atacante Tito entrar em campo. O jogador pegou três jogos de gancho por ter sido expulso na Copa do Brasil, mas o clube não foi notificado do julgamento.

Com isso, o Dragão conseguiu a reversão do caso e Tito pôde ser o comandante da virada atletica­na, por dois gols na vitória de 3 a 2 sobre os catarinenses. Tomas Bas­tos fez o outro tento do Atlético, en­quanto João Paulo e Sueliton des­contaram para o Criciúma.

O time rubro-negro contou com as estreias do lateral-direito Alisson e do atacante Júnior Brandão, que entrou no segundo tempo. Na se­gunda rodada, o Atlético enfrenta outro time rebaixado na Série A do ano passado. O confronto será con­tra o Coritiba, às 21h30, na terça-fei­ra (17), no Estádio Couto Pereira.

O JOGO

O confronto começou estudado entre as duas equipes. A primeira chance foi do Atlético, aos sete mi­nutos, com jogada construída por um estreante. O lateral direito Alis­son chegou à linha de fundo, cruzou na medida para o centroavante Tito, que cabeceou sobre o gol de Luiz.

Com poucas chances criadas no início de confronto, o Criciú­ma chegou ao primeiro gol aos 19 minutos de bola rolando. Em fal­ta frontal, João Paulo cobrou aci­ma da barreira e a bola foi parar no fundo das redes – na parte de baixo do canto esquerdo defendido por Klever, sem chances de defesa. Aos 31, o Dragão tentou responder com o mesmo golpe. Tomas Bastos co­brou falta, que desviou na barrei­ra e foi morrer no travessão do gol catarinense.

O rubro-negro chegou à igual­dade aos 41 minutos. O atacan­te arrancou pela direita e cruzou rasteiro para a área. Tomas Bastos chutou rasante e o goleiro Luiz fez a melhor defesa da primeira etapa, mas que não foi eficiente para evitar o rebote. Com isso, o centroavan­te Tito empurrou para o gol vazio.

O atacante Tito realmente es­tava em noite inspirada. Quando o relógio anotava 11 minutos da etapa complementar, Júlio César cobrou escanteio no segundo pau e lá estava Tito, com extrema pre­sença de área. O cabeceio do ata­cante saiu à direita, muito perto da trave carvoeira.

Logo depois de fortalecer o sis­tema defensivo quando o zagueiro Lucas Rocha substituiu o atacante Júlio César, o Dragão conseguiu o gol que lhe deu a tranquilidade defi­nitiva na partida. Aos 38 minutos do segundo tempo, a bola sobrou para Tomas Bastos na meia-lua da gran­de área. O meia soltou uma bomba de direita, a perna ruim, e o goleiro Luiz aceitou. 3 a 1 para o Atlético.

O Criciúma ainda chegou ao se­gundo gol nos minutos finais com Sueliton, depois de sobra em es­canteio. Klever salvou duas vezes o Dragão, mas não evitou o tento do lateral criciumense.

Comentários

Mais de Esportes