Esportes

Bruno Henrique brilha e Flamengo bate Internacional na Copa Libertadores da América

Bruno Henrique aproveita falha e coloca Flamengo na frente na decisão por uma vaga na semifinal da Libertadores da América

diario da manha
Foto: Reprodução

Flamengo e Internacional se enfrentaram pela primeira partida das quartas de finais da Copa Libertadores da América 2019, no Maracanã, no Rio de Janeiro. E atacante Bruno Henrique aproveitou dois vacilos da defesa colorada para marcar duas vezes e dar a vitória ao rubro-negro carioca.

No primeiro lance de mais perigo dentro do jogo, uma bola recuada para o goleiro Diego Alves gerou uma trombada com atacante colorado Paolo Guerrero, que acabou escorregando no momento da disputa. Em seguida uma falta na lateral da área do time carioca, mas Rafael Sóbis cobrou por cima do gol.

A resposta do Flamengo veio logo em seguida, o time do Flamengo tabelou e a bola chegou até Everton Ribeiro que de fora da área arriscou no canto rasteiro, e o goleiro Marcelo Lomba foi buscar.

O rubro-negro carioca teve mais uma oportunidade em seguida na cobrança de escanteio, quando Rodrigo Caio veio de trás e cabeceou para o chão para a defesa do goleiro do time gaúcho.

Aos 18′ o Flamengo tomou a bola no meio de campo e o atacante Bruno Henrique recebeu e abriu o espaço e bateu rasteira no canto do goleiro Marcelo Lomba que espalmou para escanteio.

Aos 28′ minutos mais uma jogada de ataque do Flamengo pela lateral direita, dessa vez o volante Willian Arão apareceu como lateral e fez o cruzamento, por sua vez Bruno Henrique apareceu para cabecear, mas sem força para a defesa de Marcelo Lomba.

A melhor chance do Internacional foi no finalzinho do primeiro tempo, quando Patrick ganhou a bola na linha de fundo e tocou para Guerrero que tentou bater, mas acabou errando o alvo.

A resposta do Flamengo veio logo na sequência, Filipe Luiz tocou para Everton Ribeiro recebeu na meia lua e tocou para Gabigol dentro da área, o artilheiro rubro-negro limpou a jogada, mas os zagueiros do time colorado conseguiram tocar e amortecer para defesa do goleiro Marcelo Lomba que colocou a bola para escanteio.

Com falha da defesa, Flamengo marca no segundo tempo e abre vantagem

Na segunda etapa o que se esperava era mais emoção na partida, porém mesmo com as alterações pouca coisa mudou dentro do jogo. Tanto que as melhores chances apareceram após a metade da etapa complemetar.

A mais perigosa do Flamengo foi um cruzamento pela esquerda feita pelo meia-atacante Everton Ribeiro buscando Gerson mas a bola passou direto pela linha de fundo.

O Internacional por sua vez teve a sua chance, após jogada pelo ataque do lado direito com Nico Lopez que conseguiu o escanteio, mas a zaga rubro-negra cortou.

Logo após a jogada da equipe colorada, o time carioca partiu para o ataque e Everton Ribeiro lançou para Bruno Henrique que disputou com a zaga do Internacional, a bola sobrou com Gerson e rolou para o atacante rubro-negro para abrir o placar na partida de ida das quartas de finais.

Com o placar de 1 a 0 o Flamengo abriu vantagem na disputa por uma vaga nas semifinais da Copa Libertadores da América. A torcida do Flamengo comemorava o primeiro gol, e cinco minutos depois Bruno Henrique recebeu novamente e bateu no canto do goleiro Marcelo Lomba sem chance para fazer 2 a 0 na partida.

Nico Lopez teve a chance nos acréscimos na melhor oportunidade do Inter, após falha do zagueiro Pablo Marí e bateu no contra pé do goleiro Diego Alves mas acabou errando o alvo.

Com o resultado da partida de ida o time comando por Jorge Jesus pode perder por até um gol de diferença na próxima quarta-feira (28) no Estádio da Beira Rio conquista a classificação para a semifinal da competição.

Escalções:

Flamengo: 1 – Diego Alves, 18 – Rafinha, 3 – Rodrigo Caio, 21 – Filipe Luiz, 5 – Willina Arão, 8 – Cuéllar, 14 – Arrascaeta (15 – Gerson), 7 – Everton Ribeiro (28 – Berrío), 27 – Bruno Henrique (25 – Piris da Mota), 9 – Gabigol.

Téc. Jorge Jesus

Internacional: 12 – Marcelo Lomba, 2 – Bruno, 4 – Rodrigo Moledo, 15 – Victor Cuesta, 6 – Uendel, 19 – Rodrigo Lindoso, 8 – Edenílson (27 – Guilherme Paredes), 5 – Patrick, 10 – D’Alessandro (7 – Nico Lopez), 23 Rafael Sóbis (11 – Welligton Silva) e 9 – Paolo Guerrero.

Téc. Odair Helman

Árbitro: Roberto .. (Chi)

Comentários

Mais de Esportes