Esportes

Governo de Goiás efetua pagamento das primeiras parcelas do PróAtleta

Ao todo, 600 atletas goianos vão ser contemplados pelo programa, que vai destinar um investimento de R$ 2,25 milhões

diario da manha
Foto: Reprodução/ Dângela Guimarães, atual campeã brasileira sub-21 e 11 vezes campeã brasileira de taekwondo, é uma das atletas contempladas pelo PróAtleta

O Governo de Goiás, por meio da Secretaria de Estado de Esporte e Lazer, efetuou nesta terça-feira, 20, o pagamento das duas primeiras parcelas de 2019 do programa PróAtleta. Ao todo, 600 atletas receberam as bolsas, que são divididas em três categorias, estudantil, estadual e nacional, ou seja, desde o atleta em formação até aqueles que já representam nosso Estado internacionalmente. O valor das bolsas é de 250 reais para estudantil, 500 reais para a estadual e 750 reais para nacional. 

“O governador Ronaldo Caiado tem uma atenção especial com o esporte, tanto que recriou a Secretaria de Esporte e Lazer. Temos trabalhado arduamente para promover ações que fomentem o meio esportivo e o PróAtleta é uma das principais ferramentas que temos para incentivar os atletas de alto rendimento para que permaneçam em Goiás, que treinem em nosso Estado e nos represente nas mais importantes competições mundiais”, destacou o secretário Rafael Rahif.

Para que o pagamento fosse feito de acordo com todas as garantias legais, a Seel fez uma prestação de contas desde 2011 até 2018, corrigindo todas as eventuais falhas que haviam no projeto. Além disso, desde a abertura para inscrições para o programa em 2019, atletas e federações foram informadas de que as regras para obtenção e manutenção das bolsas serão seguidas pelo Governo de Goiás. 

“Pela primeira vez fizemos entrevistas presenciais com todos os atletas que pleitearam a bolsa do PróAtleta. Foram feitos aproximadamente 1200 atendimentos, com o objetivo de conhecer de perto os atletas que são apoiados pelo governo. O critério técnico também foi obedecido, sendo que cada federação foi responsável por entregar a nossa equipe o ranking com os atletas de sua modalidade”, explicou o secretário. 

A partir deste ano, os atletas contemplados com as bolsas deverão prestar contas mensalmente da utilização dos recursos investidos pelo governo. O secretário Rafael Rahif reforçou que o objetivo é otimizar os recursos aplicados, além de dar mais transparência ao programa. O atleta que não fizer a prestação de contas poderá perder o benefício. 

Cronograma de pagamento
Em reunião da equipe da Seel com a Secretaria da Economia ficou definido um cronograma de pagamento para os atletas. Ao todo serão nove parcelas, já que a publicação da lista com os 600 atletas contemplados foi divulgada em abril. Nos meses de agosto, setembro, outubro e novembro serão pagas duas parcelas; já no mês de dezembro será feito o pagamento de uma parcela, totalizando as nove. 

“Em cada mês, o investimento do Governo de Goiás é de 250 mil reais com o PróAtleta. Durante quatro meses vamos efetuar o pagamento de duas parcelas por mês. Ao todo vamos investir 2,25 milhões de reais. Parte do valor é proveniente do Fundo Protege e outra parte provém da própria Secretaria de Estado de Esporte e Lazer”, esclarece Rafael Rahif.

Comentários

Mais de Esportes